Executivo

Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 07h:40 | Atualizado: 10/10/2019, 16h:56

FAKE PAPER

Sonegação envolvendo produtores rurais deu prejuízo de R$ 85 mi aos municípios

PJC

secretário Gallo delegado Sylvio delegado anderson fake paper

Secretário Rogério Gallo e delegados que investigam a fraude, Sylvio Vale e Anderson Veiga

Esquema de sonegação identificado pela Delegacia Fazendária (Defaz), envolvendo produtores rurais e que resultou na deflagração da Operação Fake Paper, nesta quarta (9), deu um prejuízo de pelo menos R$ 85 milhões aos municípios, já que 25% do ICMS recolhido vai para o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). Uma verba que deixou de ser repassada e que poderia ter sido utilizada em obras, como pavimentação e construção de casas.

Para reduzir danos do prejuízo, a secretaria estadual de Fazenda (Sefaz) identificou produtores envolvidos na sonegação para cobrar valores devidos. Parte deles Já foi alvo de autuações, no valor de R$ 40 milhões, sendo que R$ 5 milhões já foram devolvidos ao Estado pelos produtores, reconhecendo que fraudaram o fisco.

Na investigação, a Defaz identificou 6 mil notas fiscais falsas emitidas por contadores para movimentações de entrada e saída de produtos como soja e milho. Um dos presos na operação, o advogado Anilton Gomes, é um dos acusados de emitir notas frias a produtores rurais e empresários do agonegócio, de quem também faz a defesa.

O secretárioRogério Gallo, destaca que as empresas Rio Rancho Produtos do Agronegócio Ltda e Mato Grosso Comércio e Serviços e a B. da S. Guimarães Eireli não têm patrimônio que possa ser utilizado para restituir os cofres públicos. São "fantasmas". Contudo, os beneficiários do suposto esquema, em sua maioria produtores rurais, podem ser colocados no “polo passivo” como “solidários” ao débito.

“Esperamos que o conjunto dos produtores, uma vez que ficam materializados indícios graves da prática de crime, venham à secretaria e façam o pagamento, porque isso traria reflexos na área tributária e criminal”, convoca Gallo.

Nas situações em que os envolvidos fizeram o pagamento integral dos valores devidos, a possibilidade de punição foi extinta em relação a eles, tanto administrativamente quanto criminalmente.

Postar um novo comentário

Comentários (1)

  • andre | Quinta-Feira, 10 de Outubro de 2019, 08h44
    2
    4

    TUDO ELEITOR DO "BÓRSA"

Matéria(s) relacionada(s):

TCE-MT aprova e elogia gestão Binotti

binotti 400 curtinha   O conselheiro interino do TCE, Isaías Lopes, rasgou elogios ao primeiro ano de mandato do prefeito e empresário Luiz Binotti (foto), de Lucas do Rio Verde. Relator das contas do exercício de 2018 da prefeitura, com aprovação unânime pelo Pleno, Isaías destacou que os resultados...

Primavera fará 4 intervenções na BR

leonardo 400 curtinha   Com recursos próprios, a Prefeitura de Primavera do Leste fará quatro intervenções na BR-070, no perímetro urbano, com readaptação e construção de trevos para ajustar o trânsito a uma nova e moderna realidade do município com quase 100 mil...

Vice do DEM-Cuiabá elogia gestão EP

joao celestino 400 curtinha   O advogado João Celestino (foto), vice-presidente da comissão provisória do DEM de Cuiabá e ligado ao senador Jayme Campos, se mostra simpático à gestão Emanuel Pinheiro, do MDB. Aliás, na segunda, Celestino fez uma visita ao prefeito e elogiou a...

Prefeito Beto faz mistério sobre apoio

beto farias 400 curtinha   O prefeito de Barra do Garças, Beto Farias (foto), que está no segundo mandato e com a popularidade em alta, não revela quem apoiará para a disputa à sucessão, nem para aqueles aliados mais próximos. Quando perguntado, o emedebista costuma dizer que não está...

Filho de ex-prefeito, enfim, é cassado

thomaz 400 curtinha   Quase dois anos depois de cassado, enfim, o vereador tucano de Chapada dos Guimarães, Thomas Jefferson Xavier (foto), deixa efetivamente o cargo. O juiz Ramon Fagundes Botelho, da 34ª Zona Eleitoral, determinou, em decisão da última quinta (7), que a presidência da Câmara convoque de...

Bolsonaro, partido, Barbudo e Galli

nelson barbudo 400 curtinha   Da bancada federal de MT, composta por 11 parlamentares, apenas um deve acompanhar o presidente Bolsonaro para outro partido: Nelson Barbudo (foto). Ele vai sair do PSL junto com o capitão. A intenção de Bolsonaro é de se desfiliar e ficar um bom tempo sem partido. Até lá...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.