Executivo

Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 10h:35 | Atualizado: 25/04/2017, 11h:59

Taques afirma que TCE é usado como poleiro político por Antonio Joaquim

O governador Pedro Taques (PDSB) dispara que o Tribunal de Contas do Estado está servindo de trampolim eleitoral para o presidente do órgão fiscalizador Antônio Joaquim. Por meio de um texto, postado em um grupo de Whatsapp pelo próprio governador, o tucano fala que o TCE está “se permitindo rebaixar mais uma vez” com essa situação - numa referência ao anúncio de ação judicial do Tribunal contra o Executivo estadual.

“A primeira vez aconteceu quando permitiu as negociatas de venda de vagas, antes veladas e agora reveladas por denúncias que pipocam a todo lado. Ali teve de tudo para ocupar vaga, até conselheiro hereditário”, criticou em menção à indicação de Domingos Neto na vaga do pai Ari Leite de Campos e às investigações de que resultaram no afastamento de Sérgio Ricardo do cargo de conselheiro por ser investigado por suposta compra da vaga, que antes era ocupada por Alencar Soares.

Reprodução

Taques_TCE.jpg

Governador Pedro Taques durante um dos encontros com o presidente do TCE Antonio Joaquim

A segunda vez que o Tribunal teria se rebaixado, na visão de Taques, “foi quando permitiu que todas as negociatas do Governo Silval Barbosa (antes supostas e agora expostas) acontecessem embaixo das suas barbas, seja por conivência ou por incompetência”.

Ressalta, neste contexto, que o TCE esteve presente na extinta secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), com auditores permanentes por conta do novo modelo de auditoria durante a execução - ironizado por Taques como “inovador”.

“Deu no que deu: obras de péssima qualidade, sem prazos, com descontrole total. Sobrou pra gente organizar essa zona”.

Depois completa: “agora, se permite servir de trampolim (ou seria poleiro?) eleitoral para o seu presidente, auto-declarado candidato, chamar para si holofotes em ações politiqueiras, midiáticas e desprovidas de valor real”, acrescenta. 

Para o governador, nada justifica que, ao invés de analisar os dados e sistemas de controle, o TCE pleiteie acesso a CPFs e valores individuais. “Não interessa a eles os processos, mas sim os nomes. Quer prospectar CPFs com que interesse? Avaliando o potencial dos contribuintes para futuras doações de campanha? Muito estranho tudo isso”.

TCE aciona Sefaz

A fala de Taques é uma resposta à ação protocolada pelo TCE para garantir a realização de auditoria no controle de exportação de competência da secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). A via judicial foi decidida diante da negativa da Sefaz de fornecer informações requisitadas por equipe de auditores públicos externos designada para essa atividade, sob a alegação de preservação de sigilo fiscal das empresas exportadoras.

O órgão afirma que o Supremo Tribunal Federal assegura o acesso a essas informações, classificadas pelo Tribunal como “imprescindíveis para realização de fiscalização de interesse público e própria de sua natureza de controle externo”.

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo | Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017, 12h33
    0
    0

    Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Rosário | Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017, 03h52
    0
    0

    Rosário, Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

  • Fábio | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 20h41
    2
    0

    O governador escondendo dados evitando a fiscalização e pessoas sem consciência dizendo besteiras aqui. Lembrem-se de que foi o TCE que descobriu a manobra do governador de deixar de fazer repasses de 1,8 bilhão da alíquota patronal da previdência para o MT PREV. E além disso, junto com o MP estadual procura evitar que o governador contrate o consórcio responsável pelo desvio de 300 milhões do estado para concluir o VLT.

  • Professora | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 19h32
    2
    0

    Um desserviço que o governador faz com esta fala! Apequenar um poder e desqualifica-lo, mostra a visão que tem em relação a democracia e a relação de respeito entre os poderes! O duodécimo está aí para mostrar!

  • Bertold | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 16h09
    5
    1

    Os conselheiros do TCE são escolhidos e indicados pelo Legislativo ou Executivo, numa indisfarçável demonstração de conexão política estreita com integrantes do próprio governo ou ocupantes de cargos eletivos. Assim, quando o governador Pedro Taques desqualifica o TCE, está, em última análise, desqualificando o próprio poder executivo e o legislativo, tornando-os co-partícipes das bandalheiras praticadas. © 2017 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

  • sergio ramos | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 15h48
    8
    3

    Esse tribunal é na verdade um tribunal de FAZ DE CONTA, só serve para cabide para os políticos fracassados.

  • João | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 14h32
    13
    0

    Sem falar que o TCE transformou-se em indústria de multas para manter seus marajas e comensais.

  • deovaldo | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 13h11
    10
    8

    Parabéns Governador,,,isso mesmo, estão pensando que são o que? Fizeram cagadahá mais de 20 anos então aguentem as consequencias, desviaram,,,omitiram,,facilitaram e agora querem dar uma de probos,,conversa desse povo,,,2018 estaremos juntos de novo,,,PEDRO TAQUES GOVERNADOR

  • CREIDIANE | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 12h49
    12
    8

    O NOBRE GOVERNADOR SE ESQUECEU QUE ELE USOU O MPF COMO TRAMPOLIM, OU ACHA QUE ELE FOI ELEITO POR QUAL MOTIVO?

  • joaoderondonopolis | Terça-Feira, 25 de Abril de 2017, 12h43
    11
    8

    Taques acabou de acender a luz vermelha da sua administração. Isto que ele falou não vai ficar barato e com razão o TCE. O deputado Ezequiel (PP) disse que o governo fracassou.

Vereador tenta barra compra de cestas

diego guimaraes 400 curtinha   O vereador pela Capital, Diego Guimarães (foto), denunciou junto à Ouvidoria do TCE o que definiu como irregular a aquisição, com dispensa de licitação, de cinco mil cestas básicas de alimentos pela secretaria municipal de Assistência Social e Desenvolvimento...

Apresentador de TV luta contra Covid

alexandre mota 400 curtinha   Alexandre Mota (foto), apresentador desde abril do programa de variedades Balanço Geral, da TV Vila Real de Cuiabá (Record), está internado na UTI do hospital São Mateus. É mais uma vítima diagnosticada com Covid-19. O seu quadro clínico se agravou. O pulmão...

Campanha une as primeiras-damas

virginia mendes 400 curtinha   As primeiras-damas Virginia Mendes (foto) e Michelle Bolsonaro, de MT e do país, respectivamente, têm mantido um relacionamento bem estreito no desenvolvimento de projetos e ações sociais. No final de abril, Michelle postou um elogio e divulgou, na sua conta do Instagram, a campanha de...

Se EP recuar, PV lança Stopa a prefeito

justino malheiros 400 curtinha   O ex-presidente da Câmara de Cuiabá e membro do diretório municipal do PV, vereador Justino Malheiros (foto), disse nesta segunda que o partido estará com o prefeito Emanuel Pinheiro até o último momento, apostando no projeto de reeleição do emedebista. Mas,...

Disputa a prefeito e apoio de Sachetti

 luizao_curtinha400   O empresário Luiz Homem de Carvalho, o Luizão (foto), ex-presidente da CDL de Rondonópolis, está mesmo determinado a encarar, pela primeira vez, o teste das urnas para prefeito. E inicia uma oposição dura à gestão Zé do Pátio, que buscará a...

Corrida de Teis no noticiário nacional

waldir teis 400 curtinha   As imagens que mostram o conselheiro afastado do TCE Waldir Teis (foto) descendo em alta velocidade as escadas de um prédio para jogar no lixo vários cheques rasgados que somavam R$ 450 mil ganharam o noticiário nacional, com destaque neste domingo em veículos, como Folha de S. Paulo, G1 e IG....

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Em Cuiabá, o prefeito suspendeu a decisão de implantar rodízio de veículos entre placas pares e ímpares devido à Covid-19. Mas quer debater a ideia. Você concorda com rodízio?

concordo

discordo

tanto faz

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.