Executivo

Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 00h:22 | Atualizado: 19/11/2019, 09h:00

EX-ALIADOS

Taques ressurge em ato político e lembra ter projetado novo PS ao lado de Mauro

Depois de 10 meses e 18 dias que deixou o Governo, o advogado Pedro Taques (PSDB) fez sua segunda aparição pública durante a entrega final do novo Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na noite desta segunda (18). O tucano só havia comparecido para realizar sustentação oral no Tribunal de Contas (TCE), na ocasião em que foi apreciada sua conta de gestão, referente a 2018. Esta foi a primeira vez que o tucano esteve em um ato político.

Em seu breve discurso, de aproximadamente oito minutos, Taques destacou que contribuiu com a construção do HMC, com o repasse de R$ 50 milhões de contrapartida do Estado. O ex-governador também reclama que fatos referentes a sua gestão possam ser contados de forma diferente por quem ganhou.

Rodinei Crescêncio

Pedro Taques

O ex-governador Pedro Taques durante a entrega da última fase do HMC, quando destacou atuação na construção da obra da unidade de saúde

“A primeira vítima em uma guerra é a verdade. E aqueles que vão escrever a história é quem venceu a eleição. Quero aqui dizer, que perdi a eleição, e que Mauro Mendes é o nosso governador, e que possa dar um passo à frente. Política se faz dessa maneira”, refletiu fazendo menção ao discurso de Mauro, que anunciou a retomada das obras do Hospital Central, abandonado há mais de 30 anos. 

O tucano chegou a cogitar retomar as obras em sua gestão, mas desistiu da ideia sob a justificativa de que o prédio já não estava mais nos padrões adequados para funcionar como unidade de saúde. Ao invés disso, transferiu o Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa, do centro de Cuiabá, para o anexo do esqueleto do Hospital Central. 

Aparição em público

Taques disse que fez questão de participar da entrega do novo HMC para prestigiar o prefeito Emanuel Pinheiro. “Esta é a primeira solenidade que participo depois que deixei o Governo. E fiz questão de vir aqui para dar um abraço ao prefeito Emanuel Pinheiro, e dizer que você, a sua administração, tem grande responsabilidade com essa obra, você conseguiu terminar essa obra em meio a tantas obras paradas”.

Taques também elogiou o ex-presidente Michel Temer (MDB), que apesar de não ter participado da solenidade, foi o grande homenageado da noite junto com o ex-senador e ex-ministro Blairo Maggi (PP) e do senador Wellington Fagundes (PL), por terem articulado e garantido o repasse de R$ 100 milhões do Governo Federal para terminar o HMC, por meio do programa Chave de Ouro.

“Tive um professor de Direito Constitucional que foi Michel Temer, e foi meu examinador de direito nacional quando fui procurador do Estado de São Paulo há 23 anos, quando ele era procurador-geral do Estado. Michel Temer é um homem que a história vai dizer a verdade. Grande brasileiro, que merece o nosso respeito”.

Apesar de ter sido adversário político de Emanuel , e de estar sentado no dispositivo cerimonial com nomes que criticaram e criticam seu governo, como Mauro e o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos – que é ferrenho em criticar o suposto esquema de grampos ilegais sobre os quais o tucano foi citado como mandante -, Taques disse que a política existe para que as pessoas não possam entrar em violência.

“Aqui neste palanque nós todos já estivemos juntos, separados e em lados diversos. E, todos aqui de alguma maneira contribuímos para o desenvolvimento do estado democrático. Esse hospital é um filho bonito, dizem que um filho bonito tem vários pais e várias mães. Este hospital surge na campanha de 2010, quando eu fui candidato ao Senado, e Mauro foi candidato ao Governo, mas não ganhou a eleição”.

Taques pontuou ainda que em 2012 Mauro foi eleito prefeito tendo como coordenador-geral da campanha o prefeito Emanuel. Com a fala enfatizou as desavenças políticas que Mauro e Emanuel possuem atualmente. 

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • JOEL DA SAUDE | Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 15h01
    1
    0

    MAURO GANHA ELEIÇÃO EM 2012 E SO COMEÇA OBRA EM 2015 QUANDO O PEDRO TAQUES DECIDE COMEÇAR A FAZER.. REALMENTE O PAI DESSE HOSPITAL E O PEDRO TAQUES . MAURO 1 PADRASTO E EMANOEL 2 PADRASTO MELHORZINHO PQ TERMINOU KKKK

  • Sérgio | Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019, 08h49
    3
    1

    QUE FIQUE BEM CLARO, GANHAM MUITO BEM PRA ISSO, NAO FAZEM MAIS DO QUE A OBRIGAÇÃO, PARECE QUE ESTÃO FAZENDO ALGO DE OUTRO MUNDO

Filho de Taborelli assume vaga em VG

Willy taborelli _ curtinha400   O pai coronel Taborelli está fora de combate, mas o filho Willy (PSC), suplente de vereador, vai assumir cadeira na Câmara de VG a partir de 2 de março. Vai atuar na vaga do correligionário Miguel Baracat, que se licencia para fazer tratamento de saúde. O filho do polêmico...

Sem acordo para ter apoio de Selma

otaviano pivetta 400 curtinha   O empresário e vice-governador Otaviano Pivetta, pré-candidato ao Senado, disse que, de fato, recebeu convite para se filiar ao Podemos, inclusive do deputado Medeiros, um de seus prováveis adversários nas urnas de abril, mas que segue firme no PDT. Destaca ser um admirador do senador...

Na expectativa para disputar Senado

nelson barbudo 400 curtinha   Se o TRE flexibilizar a data de filiação para quem quer concorrer ao Senado, na eleição suplementar de abril, a inflação de candidatos tende a ser ainda maior. Entrariam no páreo, além dos 10 que já se dizem pré-candidatos, o ex-governador Pedro...

Conflito armado entre Ulysses e Elizeu

ulysses moraes curtinha   Já está dando confusão no PSL/DC o acórdão feito entre os deputados estaduais Ulysses (foto) e Elizeu. O primeiro confidenciou a amigos que não pretende apoiar a possível candidatura de Elizeu ao Senado, na eleição suplementar, marcada para abril. A considerar...

Jornalistas lançam 1º Anuário Jurídico

antonielle_curtinhas   O site Ponto na Curva e o Animus Centro Empresarial lançam em maio o primeiro Anuário Jurídico de Mato Grosso. A publicação, que é inédita no Estado, é conduzida pelas jornalistas e advogadas Antonielle Costa (foto) e Débora Pinho. A ideia é dar destaque a...

Ao Senado e com apoio de Bolsonaro

jose medeiros 400 curtinha   Com o apoio garantido por Bolsonaro, José Medeiros dá um passo largo rumo ao Senado, já nesta fase de pré-campanha. Entusiasmado, ele marcou a convenção do Podemos para 12 de março. De um lado, o ex-senador e hoje federal entra no rol dos mais cotados por causa do peso do...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Bolsonaro...

excelente

bom

razoável

ruim

péssimo

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.