Executivo

Sábado, 12 de Abril de 2014, 14h:08 | Atualizado: 12/04/2014, 14h:14

TCE ensina aumentar arrecadação

Fórum vai mostrar para os prefeitos como aumentar a arrecadação do município

waldir Teis-4-1

Presidente Waldir Teis afirma que adminsitradores precisam rever planta

O Tribunal de Contas do Estado promove em 24 e 25 deste mês o I Fórum Municípios & Soluções, no Hotel Fazenda Mato Grosso. O objetivo do evento é criar alternativas para incrementar a receita própria municipal a fim de depender menos das transferências de receitas de impostos estaduais e federais. 

Atualmente, um dos principais problemas vividos pelos gestores é a arrecadação insuficiente para atender as demandas mais urgentes dos municípios. O presidente do TCE, conselheiro Waldir Teis, aponta que os números mostram a necessidade de reajustes nas gestões municipais a fim de garantir a arrecadação dentro do próprio município. 

Ele ressalta que os gestores devem se atentar quanto ao IPTU, Imposto sobre a Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI) e as cobranças de dívidas ativas. Avalia ainda que, da parte dos administradores, é preciso rever a planta básica de valores venais mais próximos dos valores de mercado quando se calcula o IPTU, já que, segundo ele, existe subavaliação por questões políticas e o mesmo acontece com o ITBI. “Da mesma forma é preciso buscar o recebimento das dívidas atrasadas de forma administrativa. O que sugerimos neste caso é criar mecanismos legais, através de projetos de lei que viabilizem descontos de juros nas dívidas”, assegura. 

De acordo com o TCE, 79 dos 141 municípios mato-grossenses apresentaram gestão crítica em relação à receita própria em 2012, o que representa 80,85% de todo o Estado. O órgão controlador explica que a receita própria é um dos principais indicadores na composição do Índice de Gestão Fiscal Municipal (IGF-M), indicador desenvolvido para mensurar a qualidade da gestão pública em todas as cidades. 

Na classificação geral do IGF-M do TCE-MT, 33 municípios aparecem em situação crítica e outros 90 tem gestão em dificuldade, chegando a 123 municípios. Em outras palavras, 87,23%, com problemas graves na gestão pública.  

Diante disso, o intuito do controle externo é estimular a cultura da responsabilidade administrativa, possibilitando maior aprimoramento da gestão fiscal dos municípios, bem como o aperfeiçoamento das decisões dos gestores públicos quanto à alocação dos recursos. (Com assessoria)

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • YATIANE RAMOS | Domingo, 13 de Abril de 2014, 16h30
    1
    0

    DEVERIA ENSINAR COMO APLICAR BEM DINHEIRO PUBLICO........MAS VENHAMOS E CONVENHAMOS.......NÃO SEI SE OS CONSELHEIROS SERIAM OS MAIS INDICADOS..........bastam rever algumas reportagens anteriores....enquanto conselheiro tem ressarcimento suas despesas médias e custeado o seu plano de saude, ganhando o que ganham..... a sociedade morre a espera de atendimento médico nos saúde pública. A sociedade banca tods esses benefícios e não temdireitoaa nada... e aida acham uns cretinos para condenar bolsa familia...mas pagar essas regalias pode?????!!!!

  • Zé Poxoréo | Domingo, 13 de Abril de 2014, 09h48
    1
    0

    Ao invés de ensinar prefeitos a surripiar dinheiro do contribuinte, o nosso ultra mega competente e dedicado TCE deveria era adestrar os prefeitos a fazerem licitações da forma correta; a não pagarem obras inacabadas e de péssima qualidade; a não conceder loteamentos de vagas para contratação de servidores sem concurso público para vereadores e deputados, a não se enveredarem paras as famosas organizações sem fins lucrativos e, outras cositas mas..... garanto que se fizessem isso iria sobrar muito dinheiro em caixa!

Câmara cassará 3º eleito em 11 anos

ricardo saad 400   O emblemático e inconsequente Abílio Júnior (PSC) caminha para entrar para os anais da Câmara de Cuiabá como o terceiro vereador a ter o mandato cassado nos últimos 11 anos. Parecer da Comissão de Ética, sob relatoria de Ricardo Saad (foto), é pela perda da cadeira...

Apto, ex-prefeito vai disputar Chapada

gilberto mello 400 curtinha   O ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto de Mello (foto), contesta registro no Curtinhas, citando que ele estaria inelegível por responder a alguns processos e ter amargado condenações pela Justiça - saiba mais aqui. Filiado ao PL e disposto a ir à...

PT-Cuiabá sugere disputa ao Senado

bob pt 400 curtinha   Em resolução do diretório de Cuiabá, aprovada nesta quinta após discussões ampliadas, o PT municipal, presidido por Bob Almeida (foto), decidiu recomendar à Executiva Estadual o projeto de candidatura própria ao Senado. O documento dispara críticas tanto ao Governo...

Prefeituras agora pagam 27% de TIP

neurilan fraga 400 curtinha   A reforma tributária do governo estadual, aprovada pelos deputados, incluiu 27% de taxa de iluminação pública. Antes eram isentos. Com a cobrança do tributo, a conta de energia das prefeituras vai às alturas. A fatura de Cuiabá vencida em 28 de dezembro, por exemplo, foi...

Vereadores, Tapurah, reajuste e férias

odair tapurah vereador curtinha 400   Em Tapurah, no Nortão, com menos de 15 mil habitantes, seus nove vereadores iniciam o 2020 com salário reajustado em 4,48%, seguindo a tabela do INPC. Mesmo ainda em férias, eles vão receber já na folha de janeiro R$ 5,8 mil cada. No caso do presidente Odair César Nunes...

Vereador, reunião e apoio a músicos

diego guimaraes curtinha 400   Músicos e representantes da Prefeitura de Cuiabá sentaram à mesa nesta quinta, na Câmara Municipal, para tentar resolver impasse sobre horário de funcionamento e volume do som nos estabelecimentos e também estudar ajustes na lei do Disk-Silêncio. O presidente da...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O governador Mauro Mendes acaba de encerrar o 1º dos quatro anos de mandato. Na sua opinião, como está indo a administração?

ótima

boa

regular

ruim

péssima

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.