Executivo

Sábado, 07 de Agosto de 2010, 20h:00 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:27

AGECOPA

TRE havia liberado propagandas e agora vetou, explica Sachetti

    O presidente da Agecopa, Adilton Sachetti, ainda não foi notificado da decisão do juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Gonçalo Antunes de Barros Neto, que concedeu liminar suspendendo as campanhas publicitárias de Agência em todo Estado até o final do pleito deste ano. “Eu nem fiquei sabendo”. Segundo Adilton as propagandas feitas pela Agecopa tiveram consulta prévia e formal no TRE e foram autorizadas pelo orgão. “Nós temos documentos que autorizam a fazer. Se agora o TRE entende de outra forma, tenho que ver no que foi baseado”.

   A ação foi movida pela coligação "Senador Jonas Pinheiro" liderada pelo ex-prefeito de Cuiabá e candidato ao Governo Wilson Santos (PSDB) contra o governador e candidato à reeleição Silval Barbosa (PMDB) e o presidente da Agecopa. A coligação do tucano alegou que o peemedebista estaria realizando propaganda eleitoral em desacordo com a legislação em vigor. Em entrevistas, Silval deixa claro que vai levantar a bandeira da Copa em sua campanha. “Vote em mim e terão a garantia das obras”, chegou a dizer. Já Wilson tenta descredibilizar o evento ao afirmar que as obras não trarão melhorias à Capital. ““Não se iludam. As obras serão pontuais”.

   Adilton explica que a Agecopa independe de quem ganhar a eleição e, por isso, prefere não entrar no mérito político. “Não posso fazer da agência um braço eleitoral. É claro que como todo cidadão eu tenho direito do meu voto, tenho minhas convicções particulares”, disse, ao alegar que isso não interfere em sua gestão e que vai recorrer da decisão, já que, segundo ele, a decisão do TRE pode atrapalhar o andamento do cronograma das obras para sediar o Mundial. Somente em agosto estão previstos 20 intervenções orçadas em R$ 140 milhões para desafogar o trânsito de Cuiabá e Várzea Grande durante as obras.

 

Postar um novo comentário

Comentários (10)

  • Gean Carlo | Domingo, 31 de Outubro de 2010, 16h00
    0
    0

    Isso é uma vergonha, tanto tempo passado e esta AGECOPA só fala e nada produz, só reuniões, cofeebreak, jantares, muitas viagens internacionais e dizem que as obras estão bem encaminhadas, só balela... vejam o que disseram no começo de Agosto/10 -> "Somente em agosto estão previstos 20 intervenções orçadas em R$ 140 milhões para desafogar o trânsito de Cuiabá e Várzea Grande durante as obras." Pergunto CADÊ, povo de Cuiabá vocês são cegos ou realistas não estão fazendo nada e pior daqui a pouco vão dar a culpa nas chuvas que começarão e dirão em breve recomeçaremos, temos de ter seriedade e respeito acima de tudo, não brinquem com o povo cuiabano e matogrossense.

  • ELIABADE | Segunda-Feira, 09 de Agosto de 2010, 10h42
    0
    0

    Cuiabá só não está pior porque o governo do Estado investiu em varias areas abandonadas pela prefeitura e wilson qer piorar mais ainda a vida dos cuiabanos? Wilson Santos é capaz de exterminar o povo cuiabano para se dar bem e encher as contas...Até impedir a realização da copa em Cuiabá.É assim mesmo, ave de rapina pensa só nela.Até mata para ter carniça para saciar seu instinto podre...

  • Victor Valentin | Segunda-Feira, 09 de Agosto de 2010, 09h07
    0
    0

    Muito Correto a decisão do TRE, por outro lado o MINISTÉRIO PÚBLICO PODERIA AVERIGUAR AS PROPAGANDAS FEITAS ATÉ AGORA, POIS JA SE GASTOU EM PUBLICIDADE UMA FURTUNA E SEM LICITAÇÃO, APENAS 3 AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE ESTA SENDO FAVORECIDAS E AS OUTRAS? QUE PAGAM OS IMPOSTOS TAMBÉM E NÃO PODEM PARTICIPAR, PORQUE NÃO FAZEM PARTE DA "PANELA"

  • jc | Segunda-Feira, 09 de Agosto de 2010, 08h14
    0
    0

    Adilton Domingos Sachetti não reclama, larga aí esta m...... e vem preparar para 2012.

  • Jean M. Van Den Haute | Segunda-Feira, 09 de Agosto de 2010, 07h45
    0
    0

    Art. 6º da Lei Complementar Estadual n°359/09 : As funções públicas de interesse comum serão executadas em regime de colaboração entre o Estado e os municípios da Região Metropolitana, com base em diretrizes e instrumentos definidos no Plano Diretor Participativo Integrado a ser aprovado por instância de deliberação a ser criada na forma de lei. (E NÃO FOI CRIADA! - Jean) Parágrafo único O Estado assegurará a execução de planos, programas e projetos relacionados às funções públicas de interesse comum no âmbito metropolitano, por meio de órgão do Poder Público a ser criado para esse fim. (A AGÊNCIA METROPOLITANA DE DESENVOLVIMENTO, também, NÃO FOI CRIADA! - Jean) Art. 7° Esta lei complementar entra em vigor em 180 (cento e oitenta) dias, após a data de sua publicação. ( OU SEJA, EM NOVEMBRO de 2009! - Jean) Art. 8° Revogam-se as disposições em contrário, em especial as Leis Complementares nº 83, de 18 de maio de 2001; nº 137, de 05 de novembro de 2003; nº 230, de 14 de dezembro de 2005 e nº 249, de 26 de julho de 2006. Palácio Paiaguás, em Cuiabá, 27 de maio de 2009. as) BLAIRO BORGES MAGGI Governador do Estado CONCLUSÃO : A AGECOPA É ILEGAL !!! Portanto, não tem acesso á recursos federais, só recursos estaduais desviados.

  • José | Domingo, 08 de Agosto de 2010, 20h22
    0
    0

    É isso aí, Cris; as obras podem e devem ser tocadas adiante...basta ser competente! O que está em questão é a legalidade da propaganda, olha a atenção e intenção para interpretar, Cuiabá!

  • Adilson | Domingo, 08 de Agosto de 2010, 18h44
    0
    0

    Alguém pode me explicar para que a Agecopa precisa fazer propagande de alguma coisa? Se alguém puder me explicar, por favor tenha a bondade, eles estão ali para trabalhar, e as obras que sairem dali serão as melhores propagandas, por favor mais trabalho e menos conversa fiada.

  • timoneiro | Domingo, 08 de Agosto de 2010, 18h17
    0
    0

    ENGRAÇADO A PROPAGANDA DA PREFEITURA DE CUIABA PODE,E DA AGECOPA NAO? DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS.

  • Horácio Gomes de Lima | Domingo, 08 de Agosto de 2010, 18h02
    0
    0

    Sachetti e demais membros da AGECOPA estão a serviço do atual governador Silval Barbosa. É um esquema de desviar as ações de governo a favor da sua reeleiçao. Tem comentários que através da AGECOPA é quem está patrocinando as empresas de comunicação em favor de Silval. Isso é possível e está bastante notório pelas matérias dos jornais, revistas e sites em favor do atual governador. Parabens dr Gonçalo Barros, fecha a torneira dessa AGECOPA que está sendo usada politicamente e vergonhosamente em benefício de um cara que não tem capacidade administrativa de governar nosso Estado.

  • cris | Sábado, 07 de Agosto de 2010, 22h53
    0
    0

    O Sr. Sachetti está enganado, as obras poderão ser feitas, o que está na matéria é que o juiz proibiu o uso político delas, ou seja, a propaganda.

Doação à campanha a pedido de Jayme

jayme campos 400 curtinha   O senador Jayme Campos (foto) não tirou um centavo do bolso para colocar na campanha de Kalil Baracat, mas é o responsável pela entrada de praticamente a metade dos R$ 1,4 milhão doados ao candidato do MDB à Prefeitura de Várzea Grande. Graças à...

Ex-senadora ajuda a afundar Reinaldo

selma arruda 400   Mesmo entregue ao ostracismo político, após ser cassada neste ano da cadeira de senadora por crimes eleitorais, como caixa 2, Selma Arruda (foto) ainda acha que consegue "arrebanhar" eleitores. E foi pensando nisso que ela apareceu no curto tempo do horário eleitoral de Reinaldo Morais para pedir voto ao...

Taques agora na lista de ficha-suja

pedro taques 400 curtinha   O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (foto) entra na lista dos fichas-sujas. Ele se inscreveu para concorrer ao Senado pelo SD, mas teve registro indeferido pelo TRE devido a uma condenação aplicada pelo próprio Tribunal pelo uso eleitoreiro da Caravana da Transformação...

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...