Executivo

Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 17h:03 | Atualizado: 26/12/2010, 12h:15

Rumo à Copa de 2014

União libera R$ 450 mi para obras

Secretário Edivá Alves, ao lado do prefeito Wilson Santos   O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB), voltou a reclamar nesta segunda (18) da falta de recursos do governo federal para as obras de infraestrutura dos jogos da Copa do Mundo de 2014. Apesar das críticas, o tucano anunciou a liberação da primeira “bolada” pela União de R$ 450 milhões, que devem ser repassados para a Agecopa. “Quem vai bancar o ‘grosso’ da Copa é Estado e município. As obras vão recair nas costas de prefeitos e governadores”, reclamou Wilson, no Memorial da Água, durante a solenidade de sanção do marco regulatório do tráfego de caminhões de carga e descarga de mercadorias.

   Segundo o prefeito, o governo federal só vai liberar recursos para portos e aeroportos. “O restante será financiado pelos Estados, que terão depois que restituir todo o dinheiro”, disse. Junto com o governador Blairo Maggi (PR) e com o prefeito em exercício de Várzea Grande, Tião da Zaeli, ambos do PR, Wilson participou em Brasília, na última semana, da assinatura da Matriz de Responsabilidades para a Copa do Mundo de 2014. “Não foi anunciado recurso algum para a mobilidade urbana e parece que nem vai ser”, reclamou o tucano.

   Dos R$ 450 milhões liberados pelo governo federal a título de empréstimo ao Estado, R$ 423 milhões serão empregados na construção de dois corredores de acesso exclusivo para ônibus, os chamados BRTs (Bus Rapid Transit). Segundo o secretário de Trânsito e Transportes de Cuiabá, Edivá Alves (PSDB), as obras serão licitadas e fiscalizadas pela Agecopa. “Fizemos apenas a concepção inicial do projeto, que agora está a cargo de uma empresa contratada pela Agecopa”, adiantou.

   Conforme Edivá, o primeiro corredor será construído na avenida do CPA, nas proximidades do mini-estádio Verdinho, passando pelo aeroporto internacional Marechal Rondon, e desembocando no Terminal André Maggi, em Várzea Grande. Com extensão de aproximadamente 15 quilômetros, a obra está orçada em R$ 307 milhões.

   O segundo corretor será construído ao custo de R$ 116 milhões, entre o trevo de acesso ao município de Santo Antônio do Leverger e a avenida Prainha, na região central de Cuiabá. Este trecho deverá compreender 7,5 quilômetros de corredor BRT. Da primeira remessa de recursos do governo federal, também serão investidos R$ 31 milhões na duplicação da rodovia Mário Andreazza, incluindo a ponte, nas proximidades da região do Trevo do Lagarto. Conforme Edivá, a expectativa é de que até 2014 sejam investidos R$ 2 bilhões em obras de infraestrutura.

Postar um novo comentário

Comentários (11)

  • JD | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 16h05
    0
    0

    Que pena hem prefeito de Cuiabá, que a prefeitura não vai gerenciar estes recursos... sorte dos munícipes..O Sr reclama do Governo Federal, mas pelo que até agora sabemos a prefeitura não apresentou a contra partida nestes investimentos para a nossa capital....

  • Cicero | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 13h11
    0
    0

    Para o povo o sol! para os políticos a sombra!. O mundo lá fora desabando e, os gatunos da política matogrossense, doidinhos para gasta R$450.000.000.000,é tanto zero que me da inveja,o jeito é chupar manga.

  • mano | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 13h00
    0
    0

    pelo tanto que o Prefeito é religioso ele já deve estar com um terço na mão. kkkk

  • MARCOS | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 12h05
    0
    0

    ATENÇÃO MATO GROSSO!! NÃO VAMOS CAIR NA BESTEIRA DE ACREDITAR NA COVERSA "FIADA" DO PREFEITO WILSON SANTOS , E JAMAIS VOTAR NELE PARA O GOVERNO.

  • vado | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 11h36
    0
    0

    Policia Federal prá vigiá esse pobre 450 milhões senão vai....

  • MARCO | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 09h04
    0
    0

    BOM NOSSO PREFEITO É PROFESSOR DE HISTORIA E CONTA MUITAS HISTORIAS DA CAROCHINA E O POVO É COMO CRIANÇA QUE ACDREDITA EM FADA MADRINHA. TROCAR BLAIRO MAGGI EMPRESARIO, POR UM CONTADOR DE HISTORIA, LA VAI O POVO DE NOVO. CUIDADO NESTAS ELEIÇOES O RETROCESSO É 4 ANOS.

  • AUGUSTA | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 09h00
    0
    0

    COISA BOA É SER PREFEITO OU CUIDADAR DO DINHEIRO DO POVO É SO PEDIR E RECLAMAR PRESTAR CONTA QUE É BOM MEM PENSAR. NA OPINIAO QUEM NUNCA ADMINISTROU NADA NAO VAI CONSEGUIR ADMINITRAR PEGA VERBA E NAO SABE ONDE APLICAR, E O POBRE DO CIDADAO É QUE PAGA A CONTA ELEIÇOES VEM AI CUIADAR DO VOTO É BOM

  • Jean M. Van Den Haute | Quarta-Feira, 20 de Janeiro de 2010, 08h30
    0
    0

    Os R$ 450 mi "liberados" foram apenas colocados na Caixa Econômica que pode prestar este dinheiro para obras diretamente relacionadas á Copa. As obras de infra-estrutura urbana dependem do PAC Mobilidade de 2011 com recursos liberados depois da aplicação das diretrizes do Estatuto da Cidade me cumprimento dos Planos Diretores atinentes o que só pode acontecer através da atuação dos ConCidades de cada município envolvido. No caso do transporte coletivo, o sistema BRT não foi aprovado por ConCidade que, na 4ª Conferência das Cidades em Cuiabá e em Várzea Grande recomenda a solução certa do VLT a ser implantado com financiamento internacional baseada nas garantias prestados pelos próprios usuários do transporte público sendo que, ao contrário das Prefeituras e do Governo Estadual, sem capacidade de endividamento, os usuários de transporte beneficiam de uma capacidade de endividamento á nível internacional estimado em 8 bilhões de R$. - Jean M. Van Den Haute - Diretor Técnico e Representante da ASSUT-MT, no SNDU, Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano.

  • fabio | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 20h24
    0
    0

    Esse cara só sabe reclamar,trabalhar que é bom = NADA!!!!! deixa de ser mal agradecido,vai concluir as obras do PAC que a prefeitura atraves da sua turma furtou da população cuiabana a alegria de receber os beneficios do saneamento ate agora. Para de reforminhas de praças,chega de nhem nhem,toma prumo no corpo rapaz,vc quer levar tudo no gógó. Cuiabá não é quintal de galinha e nem uma grande igreja que vive de escutar frases de efeitos de mercadores de ilusoes,respeite o povo Cuiabano que é trabalhador e honesto.

  • marcio guerra | Terça-Feira, 19 de Janeiro de 2010, 17h20
    0
    0

    MAS SERA QUE AINDA VAO INSISTIR CO E TAL DE EDIVAR NO TRANSITO DA CAPITAL? POR ISSO QUE PERDE A ELEIÇAO

Candidato a reitor e 2 apoios fortes

dimorvan rui 400   O candidato de oposição a reitor do IFMT, Deiver Teixeira, recebeu dois apoios importantes. As manifestações de adesão à candidatura vieram dos professores Ruy Oliveira e Dimorvan Brescancim. Ruy foi candidato a reitor nos últimos dois pleitos e é um pesquisador...

Abílio e Medeiros rejeitam Fernanda

coronel fernanda 400 curtinha   Abílio Júnior e o deputado José Medeiros, presidente do Pode-MT e que foi derrotado para senador, querem distância da coronel Rubia Fernanda (foto) da campanha neste segundo turno em Cuiabá. Nos bastidores, comentam que não precisam da militar filiada ao Patriota e que ficou...

Com maioria na Câmara de Cáceres

eliene liberato 400 curtinha   A prefeita eleita de Cáceres Eliene Liberato (foto), que conquistou 15.881 votos (38,16% dos válidos), terá apoio da maioria dos 15 vereadores. Destes, oito garantiram cadeira pela coligação da própria Eliene, o que representa 53%. As duas maiores bancadas são do PSB de...

Gamba quer Tuti presidindo a Câmara

tuti 400 alta floresta curtinha   O prefeito eleito de Alta Floresta, Chico Gamba (PSDB), tem se articulado para eleger presidente da Câmara o vereador reeleito do seu partido, Oslen Dias dos Santos, o Tuti (foto), que obteve a segunda maior votação, com 814 votos. Na tentativa de convencer os novos integrantes da próxima...

Várzea Grande paga a folha já na 6ª

lucimar campos 400   A prefeita várzea-grandense Lucimar Campos, prestes a concluir o segundo mandato, anunciou que na sexta, a três dias de fechar o mês, conclui o pagamento da folha de novembro. E, nesta quarta (25), já libera a diferença da correção do piso federal para os professores. No total...

Críticas à busca do poder pelo poder

marcia pinheiro 400   Em um ato realizado na praça Alencastro, nesta segunda à noite, a primeira-dama de Cuiabá Marcia Pinheiro disparou críticas aos adversários do prefeito Emanuel, que busca a reeleição. Segundo ela, as alianças formadas por Abílio neste segundo turno são...

MAIS LIDAS