Executivo

Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 07h:40 | Atualizado: 14/09/2020, 11h:32

RETORNO PRÓXIMO

Viagem de Bolsonaro a MT custou R$ 92,8 mil ao Executivo; nova visita na sexta

Alan Santos

mauro mendes jair bolsonaro 680

O presidente Jair Bolsonaro posa para fotos ao lado dos governadores de Mato Grosso, Mauro Mendes, e Goiás, Ronaldo Caiado, em junho de 2019

A viagem do presidente da República, Jair Bolsonaro, à divisa de Mato Grosso com Goiás, em Barra do Garças, custou R$ 92,8 mil aos cofres públicos. A visita aconteceu em 5 de junho do ano passado e foi a primeira do presidente ao Estado no qual obteve 66,42% dos votos na eleição de 2018.

Uma segunda visita deve acontecer neste mês. A viagem terá como destino municípios do Norte do Estado, como Sorriso e Sinop, provavelmente na sexta, 18 de setembro.

Alan Santos

Jair Bolsonaro - Araguaia

O presidente Jair Bolsonaro dribla forte esquema de segurança para cumprimentar fãs

Na primeira visita, Bolsonaro passou por Barra do Garças e pela vizinha Aragarças (GO). O presidente mobilizou políticos dos dois Estados, com presença dos governadores Mauro Mendes e Ronaldo Caiado, entre outras lideranças. Sob forte esquema de segurança, Bolsonaro driblou os agentes federais para tirar selfies com o público e andou de jet ski.

Os dados sobre os gastos foram obtidos pela agência Fiquem Sabendo, especializada em Lei de Acesso a Informação (LAI). Os valores foram disponibilizados pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Secretaria de Governo da Presidência da República no pedido respondido em 4 de setembro.

Foram informadas 110 viagens feitas por Bolsonaro durante todo o ano de 2019, uma média de 9,1 viagens por mês para fora de Brasília. No total, R$ 9,6 milhões foram gastos com o deslocamento do presidente e sua equipe para viagens no Brasil e no exterior no primeiro ano do mandato.

Os valores dizem respeito aos deslocamentos de ida e volta e a planilha divulgada mostra as datas das viagens com as datas de chegada e saída do Escalão Avançado (Escav), que prepara as visitas presidenciais com antecedência. Os servidores chegaram a Mato Grosso em 31 de maio e foram embora em 6 de junho, um dia depois da visita presidencial.

A vinda a Barra do Garças e Aragarças (GO) está entre os 55 maiores valores, ou entre a metade mais cara das viagens. Em média, as viagens do presidente em 2019 custaram R$ 87,6 mil.

No período informado, o deslocamento mais barato registrado foi uma ida a Salvador, em 10 de abril, quando só R$ 1,5 mil foram gastos. A viagem mais cara foi internacional, a ida do presidente e sua comitiva ao Sudeste Asiático, entre 13 de outubro e 1º de novembro de 2019. Nesse “tour”, R$ 1 milhão foi desembolsado.

Postar um novo comentário

Comentários (8)

  • elias | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 16h53
    5
    12

    Sanguessuga inaugurando obras do PT

  • Marlon | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 16h30
    12
    8

    Gastou pouco, pelo tanto de bom que tem feito ao País. Tem minha aprovação. Poderia ter gastado o triplo. Parem de persegui-lo. Deixe-o trabalhar.

  • Moreira | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 09h51
    22
    20

    E o que isso tem a ver? Faz parte do chefe de estado visitar o país. Lembro-me que numa hospedagem de Dilma em Paris gastou-se mais de milhões.... Enfim...

  • Ze da roça | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 09h36
    24
    18

    BOLSOBOLSONARO NÃO É LADRÃO E A CADA VIAGEM MELHORA O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL MAR DE DINHEIRO PARA O COVID 19 FERROVIA RIO SÃO FRANCISCO PORTO PRA ESCOAR A SOJA DE MT EU VOTO EM JAIR MESSIAS BOLSONARO

  • Jô | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 09h21
    23
    14

    Quando ouvia Bolsonaro acusar a Imprensa de perseguição, eu achava um baita exagero. Porém, desde que ouvi essa acusação passei a olhar com mais carinho às manchetes e reportagens (escrita e televisionada) e passei a notar que possivelmente Bolsonaro tinha razão.

  • antonio da silva | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 09h14
    25
    15

    Esse site deve ser Petista.

  • Joao Batista Lobo dos Santos | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 08h23
    25
    14

    Executivo, chefe de estado, gastos básicos. . Diária dos seguranças . Diária de hotel, ele e a equipe . alimentação, ele e a equipe . Aluguel de carros e ônibus . Segurança no aeroporto. . Segurança no hotel. E por aí vai, acredito que a diária de um segurança deva girar em torno de uns 350$. Os gastos não são exorbitantes se levarmos em conta que uma viagem da Dilma chegava a casa dos 800 mil .

  • alexandre | Segunda-Feira, 14 de Setembro de 2020, 07h51
    20
    14

    Tour político de Lula pela Europa custou R$ 150 mil aos cofres públicos

Briga eleitoral de parentes em General

renato vilela 400 general carneiro   A briga política, jurídica e eleitoral na pequena General Carneiro, de 14 mil habitantes, está acirrada e envolve, em palanques diferentes, grupos com vínculos familiares. São dois na disputa pela prefeitura. A ex-prefeita Magali Vilela desistiu de tentar de novo o teste das...

Ataques a EP e o revide dos amigos

fabinho 400 curtinha   O empresário Fábio Martins Defanti, o Fabinho Promoções (foto), que em 2016 disputou para vereador e perdeu, está sendo bombardeado de críticas em grupos de WhatsApp, inclusive pelos próprios amigos, por causa de comentários, gravados em dois vídeos, com um...

Luizão e 10 promessas em cartório

luizao 400   O empresário Luizão (foto), candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Republicanos, registrou em cartório 10 comprimissos de gestão, garantindo, em caso de eleito, executá-los logo no primeiro mês de mandato. O primeiro deles é de zerar a fila de consultas, exames e cirurgias. E...

Ex-secretários de França sem mácula

roberto franca 400 curtinha   A assessoria jurídica da coligação de Roberto França (foto), que concorre à Prefeitura de Cuiabá pelo Patriota, classifica de mentirosa e irresponsável a notícia de que ex-secretários de França, da época em que comandou a Capital, de 1997 a...

Líderes de Lucas e apoios ao Senado

otaviano pivetta curtinha 400   As principais lideranças políticas da "República" de Lucas do Rio Verde estão divididas nos apoios sobre candidaturas ao Senado. O vice-governador Otaviano Pivetta (foto), recém-desfiliado do PDT, faz campanha pela coronel Rúbia Fernanda (Patriota), propagada como a candidata...

Reeleição difícil em Barra do Bugres

raimundo nonato 400   Aos 81 anos, o piauiense de Campo Maior, Raimundo Nonato (foto), busca renovar o mandato de prefeito de Barra do Bugres pelo DEM. Embora considerado carismático e populista, pioneiro no município e ajudado pela força da máquina pública, Nonato, que já foi prefeito nos anos 82 e 90,...