Arte e Cultura

Sexta-Feira, 06 de Novembro de 2015, 08h:30 | Atualizado: 06/11/2015, 09h:17

2ª bienal mais importante do mundo está exposta em Cuiabá - veja aqui

Gilberto Leite

Bienal-MT

31ª Bienal de São Paulo está exposta no Palácio da Instrução, em Cuiabá. São 49 obras de 16 artistas

Cuiabá recebe pela primeira vez uma exposição itinerante da Bienal de São Paulo, considerada a segunda mais importante do planeta. Essa é a 31ª edição da mostra e leva o nome de “Como (...) coisas que não existem”. A mostra ficará na Capital  até 6 de dezembro, no Palácio da Instrução.

São pelo menos 49 obras expondo as questões da Bienal, com repertório de 16 artistas selecionados para novos públicos. A curadoria é de Charles Esche, Pablo Lafuente, Nuria Enguita Mayo, Galit Eilat, Oren Sagiv, Benjamin Seroussi e Luiza Proença. 

Além das obras, também serão promovidos encontros de educadores da rede pública de ensino de Cuiabá e Várzea Grande, debates, oficinas e encontros sobre arte contemporânea com artistas e o público mato-grossense.

Para o  secretário Estadual de Cultura, Leandro Carvalho,  a mostra insere Mato Grosso no roteiro de grandes exposições. "A Bienal é a primeira de uma série. Ela vem inaugurar um novo momento das artes plásticas de Mato Grosso. Estamos inserindo Mato Grosso no calendário das exposições internacionais”, salienta. 

Galeria: Segunda bienal mais importante do planeta

O programa de exposições itinerantes da 31ª Bienal contempla mostras em cidades do Brasil e no exterior. Desde fevereiro de 2015, diferentes seleções a partir dos 81 projetos da 31ª Bienal foram exibidos em São José dos Campos/SP (FAAP), Campinas/SP (SESC), Juiz de Fora/MG (Museu de Arte Murilo Mendes), Ribeirão Preto/SP (FAAP), São José do Rio Preto/SP (SESC) e Belo Horizonte/MG (Palácio das Artes), Rio de Janeiro (Cidade das Artes), Sorocaba (Palacete Scarpa), Limeira (Palacete Levy) e Porto/Portugal (Fundação de Serralves).

Para Luis Terepins, presidente da Fundação Bienal de São Paulo, as itinerâncias “buscam expandir os intercâmbios possíveis entre a vida cultural de São Paulo e os espaços expositivos no interior e exterior, projetando as questões da 31ª Bienal rumo a novos públicos e novas direções”.  

Exposição

Entre os projetos estão 10.000 anos de arte popular nórdica, de Asger Jorn. É apenas o vértice do mundo interior, de Agnieszka Piksa; Casa de Caboclo, de Arthur Scovino; Ponto de encontro, de Bruno Pacheco; Vila Maria, de Danica Dakić; Não é sobre sapatos, de Gabriel Mascaro; Violência, de Juan Carlos Romero; Não-ideias, de Marta Neves; Handira, de Teresa Lanceta; Cartas ao leitor (1864, 1877, 1916, 1923), de Walid Raad; A leitora de café, de Michael Kessus Gedalyovich; A última aventura, de Romy Pocztaruk; Série Negra/Cabine telefônica aberta, de Nilbar Güreş; Nosso Lar, Brasília, de Jonas Staal; Sem título, de Vivian Suter e Ymá Nhandehetama, de Armando Queiroz com Almires Martins e Marcelo Rodrigues. 

Como (...) coisas que não existem

É uma invocação poética do potencial da arte e de sua capacidade de agir e intervir em locais e comunidades onde ela se manifesta. O leque de possibilidades para essa ação e intervenção está aberto – uma abertura que é a razão da constante alteração do primeiro dos dois verbos no título, antecipando as ações que poderiam tornar presentes as coisas que não existem. "Começamos por falar sobre elas, para em seguida viver com elas, e então usar, mas também lutar por e aprender com essas coisas, em uma lista sem fim" - explica a curadoria.

__________________________________________________

Serviço

  • 31ª Bienal de São Paulo 
  • Datas - 3 de novembro a 6 de dezembro
  • Horários - Terça à sexta das 8h às 20h; sábado e domingo das 10h às 18h
  • Entrada gratuita
  • Endereço - Palácio da Instrução - Rua Antônio Maria, 251. Praça da República, Centro Norte. Cuiabá-MT
  • Informações - (65) 3613-9235 / 9240 ou via e-mail 31bienalmt@secel.mt.gov.br

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Recado do governador e a carapuça

junior fecomercio curtinha   Em comunicado oficial, o governador Mauro Mendes manda recado a alguns empresários, quando destaca que incentivos fiscais foram concedidos no passado a determinados setores de forma irregular, em troca de propina, confessada, inclusive, em delação premiada. O recado tem endereço certo:...

Elogios ao prefeito e à primeira-dama

julio campos curtinha   O ex-governador, ex-senador, ex-deputado e ex-prefeito várzea-grandense Júlio Campos (foto), um dos líderes do DEM, partido do governador Mauro, disse nesta quarta, em visita à sede do Rdnews, que é preciso reconhecer que o prefeito cuiabano Emanuel Pinheiro está fazendo uma...

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

UFMT e incompetência administrativa

myrian ufmt curtinha   A considerar as explicações do ministro da Educação Abraham Weintraub sobre corte de energia elétrica da UFMT, a reitora Myrian Serra demonstrou incompetência administrativa em todo processo. São seis faturas em atraso, quatro do exercício de 2018 e duas deste ano. A...

Judiciário destina R$ 3 mi para Bope

carlos alberto 190 curtinha tj   O Poder Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), autorizou a remessa de R$ 3,1 milhões para a secretaria de Segurança. Os recursos, arrecadados em ações da 7ª Vara Criminal, vão ser usados na compra fuzis, rifles de alta precisão, submetralhadoras, coletes...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.