Arte e Cultura

Sexta-Feira, 19 de Julho de 2019, 08h:34 | Atualizado: 23/07/2019, 16h:44

Em nova fase, Cris encanta com suas vinte faces musicais e intenção é fazer dançar

Arquivo pessoal

Cris Chaves � cantor, compositor e interprete

Cris Chaves é cantor, compositor e intérprete. Ele se sente completo quando o público se levanta e mexe o esqueleto

Com um colorido musical inconfundível, risonho para o público, as letras das canções de Cris Chaves combinam com as cores de suas roupas e ideias, que quebram padrões e paradigmas.

Cantor, compositor e intérprete mato-grossense, Cris Chaves, quase sempre, leva o público à malemolência.

Isso porque uma de suas preocupações, enquanto se apresenta em teatros ou em um barzinho de esquina, é se a alegria vai chegar a estremecer os pés das cadeiras ou, mais do que isso, os corações.

É que Cris é alegre e se sente completo quando a expressão também consome o corpo. Talvez, por isso, além do público dançante ele também conte com alguns números de dança em seu mais relevante projeto, o que apresenta suas 20 faces musicais. No entanto, ele garante que tem muito mais versões e referências que ainda não inseriu em seu repertório.

Arquivo pessoal

Cris Chaves viajou para Santa Cruz e se apresentou junto a interven��o de dan�a

Cris Chaves viajou para Santa Cruz e se apresentou junto a intervenção de dança. Ele gosta de expressões diversas e ultrapassa barreiras de estilos musicais

Hoje, com 28 anos, ele parece ainda mais maduro musicalmente do que quando iniciou a carreira. Apesar de ter se apresentado profissionalmente aos 11 anos, conta à reportagem que vive um momento diferente. “Sempre fui um ser musical. Quando criança batia nas panelas tentando fazer o som de bateria ou pegava o violão escondido do meu pai”, recorda. 

Quando criança batia nas panelas tentando fazer o som de bateria ou pegava o violão escondido do meu pai

Cris Chaves

Este ano, no Cine Teatro, ele fez questão de expor as várias versões que o comovem. Foi de rasqueado e carimbó à macumba. No entanto, muito antes de vir à tona essa performance, ele já viajou para eventos importantes fora do Brasil, onde arriscou uma integração com a dança em sua apresentação.

Em uma das viagens, em julho do ano passado, a convite da direção da Increibles Dance Academy, uma das mais conceituadas academias de dança de Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), ele esteve entre os 70 artistas que se apresentaram na Mostra Anual de Dança.

Dançarinas que também sempre fazem performances em seus shows são Jessica Ribeiro, Ivy Costa, Jaqueline Roque e Natália Ramires. Além dos rodopios com saias quase sempre bastante coloridas, elas encorajam o público a cair na pista quando as apresentações são nos bares da cidade.

Eclético, Cris não se sente limitado por uma ou duas referências. “Se eu pudesse, viveria de música autoral. No momento ainda não dá, mas até quando interpreto canções de outros artistas, coloco minha roupagem para que as pessoas reconheçam a minha identidade”, acredita.

Galeria: Cris é explosão que leva a dança

Apesar de abraçar vários estilos, comenta que os elementos mais presentes nas suas canção autorais ou com uma “releitura” são funk, macumba, pop, groove, os da cultura cuiabana e também nordestina.

Veja, abaixo, um pouco do trabalho de Cris Chaves

Além do projeto que lançou no Cine Teatro, o de 20 versões, ele também tem um projeto de apresentações em barzinhos e um que nomeou de Feijão Brasil, que é de samba rock e também a banda Maria Izabel que é composta por Welligton Melo (contra-baixo), Paulo Corrêa (bateria), Duda Oliveira (trompete) e Bruno Lima (percussão).

Facilidade em composições

Diferente da maioria das pessoas, Cris revela que desde os 13 anos compõe com muita facilidade. Na escola os amigos pediam para ele compor músicas para dar aos namorados e, por encomenda, ele fazia. Hoje, sem perder este ritmo, também trabalha na composição de trilhas sonoras. "Penso e escrevo coisas da minha vida, mas também pode ser impessoal. Uso sarcasmo, militância. Pode ser algo comigo ou uma crítica social. Nem tudo tem pretensões financeiras, também faço por amor à arte”, finaliza.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Do colapso a repasses regularizados

mauro mendes 400 curtinha   Mauro Mendes (foto) disse que, antes mesmo da posse como governador e a partir do resultado do PIB-MT de 2017, apontando um crescimento de 12,5% da economia, é que resolveu mergulhar nos números da administração pública para tentar entender tamanha questão paradoxal. Questionou...

O conselheiro de pretensos candidatos

blairo maggi 400 curtinha   Blairo Maggi, que seria imbatível se concorresse à suplementar ao Senado para a vaga de Selma, se transformou num espécie de conselheiro político de vários pretensos candidatos. Entre outros, já procuraram-no para conversar sobre este pleito fora de época figuras como...

Em saia-justa sobre corte na Unemat

adriano silva 400 curtinha   A comunidade acadêmica da Unemat esperava mais do seu ex-reitor e integrante do quadro docente, professor Adriano Silva (foto). O governador Mauro conseguiu na Justiça derrubar a vinculação de repasse financeiro a Unemat, o que representa, na prática, menos recursos para a...

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.