Arte e Cultura

Domingo, 25 de Outubro de 2015, 08h:23 | Atualizado: 25/10/2015, 08h:29

arte

Exposição Hemma Thomas aborda violência doméstica - confira as fotos

Divulgação

Michel Pereira, Neuracy Pedra e Carlos Bosquê

Michel Pereira, Neuracy Pedra e Carlos Bosquê fazem exposição em Cuiabá

Um acervo surrealista, produzido por artistas plásticos de Cáceres, aborda um tema que infelizmente está presente em muitas casas brasileiras: a violência doméstica.

Trata-se de um crime que faz como vítimas mulheres, adolescentes e crianças. O acervo promete chamar a atenção dos espectadores e pode ser conferido no Museu de Arte de Mato Grosso até 20 de novembro - veja reprodução das telas.

A Exposição ganhou o nome de Hemma-Thomas, mesmo nome do coletivo de artistas composto por Michel Pereira, Neuracy Pedra e Carlos Bosquê, que exploram o tema.

As obras apresentam traços sombrios, personagens deformados e cenas bizarras, cujo resultado é impactante.

A ideia é mostrar este universo invisível aos olhos da sociedade, que se materializa em relatos diários de boletins de ocorrência e reportagens que denunciam os horrores da violência doméstica. “De tão costumeiros, eles já não causam tanto impacto, ainda mais que a sociedade quer o belo e evita os temas sombrios e a arte é pretexto para desviar os olhos”, ponderam os autores das obras.

No entanto, a intenção dos artistas plásticos é não omitir. Assim, buscam trazer à tona cenários sombrios que angustiam e provocam os espectadores de suas produções. Entre elas, estão as telas de Michel, também conhecido como Mihell, um artista que tem vivenciado um processo plural de evolução artística.

Sensível às causas do cotidiano, o trabalho que exigia uma série de viagens para ministrar cursos de arte em zonas rurais de todo o Estado o levaram a se confrontar com situações adversas e realmente tristes. Muitas telas que ele exibe nesta exposição configuram-se como uma viagem à mente de abusadores e vítimas.

Galeria: Exposição mostra drama da violência doméstica

Uma das obras que mais chama a atenção é o Quarto Sombrio. “O quarto da criança que era para ser o seu porto-seguro, acaba por ser um ambiente de tortura. Quis representar a sombra do causador do dano, que destruiu a segurança que esta criança tinha”, relata.

Já Neuracy, a Ita, mostra em suas obras a carga diária de violência que testemunha em seu trabalho junto ao Instituto Médico Legal de Cáceres, onde o coletivo surgiu e permanece ativo. “Mesmo trabalhando neste ambiente, nunca vou me conformar com o tema. A violência é silenciada o tempo todo e quero dar minha contribuição em desfavor dela”, reforça.

Para a artista, a exposição tem como objetivo chamar a atenção para esse problema que muitos acabam fazendo “vistas grossas”. “As telas que apresento recriam histórias que realmente aconteceram”, ressalta.

Bosquê, que também comunga dessa sensação de que o artista, deve se colocar a serviço de transformações sociais, conta que quando produz suas obras é tomado por um senso de justiça. “Sinto indignação com este tipo de comportamento humano. Os seres sem cabeça são uma crítica à ignorância humana”, explica.

De acordo com a diretora executiva do museu, Viviene Lozi, as obras expostas apresentam um rompimento com as noções tradicionais da perspectiva e da proporcionalidade o que resulta em imagens estranhas que exploram o inconsciente fora da realidade e da estética tradicional, buscando uma reflexão sobre a violação dos direitos humanos. “O Museu de Arte celebra este momento de compartilhar com o público cuiabano e demais que visitam nossa cidade a produção destes três artistas e seu acervo singular”.

_____________________________________________

A Exposição Hemma Thomas tem entrada franca e fica aberta de terça a domingo das 9h às 17 horas. Mais informações pelo telefone (65) 3025-3221. Censura 14 anos.

  • Serviço
  • Exposição Hemma Thomas
  • Até dia 20 de novembro
  • De terça a domingo, das 9h às 17h.
  • Local: Museu de Arte -  rua Barão de Melgaço, antiga Residência dos Governadores 
  • Informações (65) 3025-3221

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

4 ex-prefeitos se juntam em Chapada

gilberto mello 400 curtinha   Considerado nome mais forte da oposição, Gilberto Mello (foto), do PL, lançou sua pré-candidatura à sucessão em Chapada dos Guimarães com apoio de nada menos que três ex-prefeitos, fora ele próprio, que administrou o município entre 2005 e 2008....

Contrato em VG sob irregularidades

jaqueline jacobsen curtinha 400   O TCE mandou a prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, suspender qualquer pagamento à empresa Lidyfarma Comércio de Produtos Farmacêuticos referente a um contrato sem licitação para compra de 50 mil comprimidos de Azitromincina 500 mg para combate ao coronavírus....

Fabio deve mesmo tentar prefeitura

fabio garcia 400 curtinha   O DEM do governador Mauro aposta todas as fichas na candidatura do empresário Fábio Garcia (foto) a prefeito de Cuiabá. Até sexta ele deve responder "sim" ao partido. Fabinho, como é conhecido, é um dos integrantes do núcleo de confiança do governador. Inclusive foi...

No marketing de Pivetta para Senado

bruno bini 400 curtinha   O cineasta e publicitário Bruno Bini (foto) deve comandar o marketing da campanha ao Senado do vice-governador Otaviano Pivetta. As negociações estão praticamente fechadas. Antes da pandemia, em fevereiro, Pivetta estava em negociação com Antero de Barros. A última campanha...

Jogada de vereador pra conseguir vice

thiago muniz 400 curtinha   O vereador de 2º mandato Thiago Muniz (foto), primo do ex-prefeito Percival, resolveu se lançar pré-candidato a prefeito de Rondonópolis pelo DEM como estratégia para manter o nome nas discussões majoritárias e na esperança de ser convidado para vice de alguém....

MDB fechado com Pivetta à senatória

joao jose 400 curtinha   O médico e deputado estadual João José (foto), do MDB, disse nesta segunda, em entrevista às jornalistas Lídice Lannes e Andhressa Barboza, em live do RDTV, tv web do portal Rdnews, que o seu partido está fechado no apoio à candidatura de Otaviano Pivetta ao Senado, na...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.