Arte e Cultura

Domingo, 25 de Outubro de 2015, 08h:23 | Atualizado: 25/10/2015, 08h:29

arte

Exposição Hemma Thomas aborda violência doméstica - confira as fotos

Divulgação

Michel Pereira, Neuracy Pedra e Carlos Bosquê

Michel Pereira, Neuracy Pedra e Carlos Bosquê fazem exposição em Cuiabá

Um acervo surrealista, produzido por artistas plásticos de Cáceres, aborda um tema que infelizmente está presente em muitas casas brasileiras: a violência doméstica.

Trata-se de um crime que faz como vítimas mulheres, adolescentes e crianças. O acervo promete chamar a atenção dos espectadores e pode ser conferido no Museu de Arte de Mato Grosso até 20 de novembro - veja reprodução das telas.

A Exposição ganhou o nome de Hemma-Thomas, mesmo nome do coletivo de artistas composto por Michel Pereira, Neuracy Pedra e Carlos Bosquê, que exploram o tema.

As obras apresentam traços sombrios, personagens deformados e cenas bizarras, cujo resultado é impactante.

A ideia é mostrar este universo invisível aos olhos da sociedade, que se materializa em relatos diários de boletins de ocorrência e reportagens que denunciam os horrores da violência doméstica. “De tão costumeiros, eles já não causam tanto impacto, ainda mais que a sociedade quer o belo e evita os temas sombrios e a arte é pretexto para desviar os olhos”, ponderam os autores das obras.

No entanto, a intenção dos artistas plásticos é não omitir. Assim, buscam trazer à tona cenários sombrios que angustiam e provocam os espectadores de suas produções. Entre elas, estão as telas de Michel, também conhecido como Mihell, um artista que tem vivenciado um processo plural de evolução artística.

Sensível às causas do cotidiano, o trabalho que exigia uma série de viagens para ministrar cursos de arte em zonas rurais de todo o Estado o levaram a se confrontar com situações adversas e realmente tristes. Muitas telas que ele exibe nesta exposição configuram-se como uma viagem à mente de abusadores e vítimas.

Galeria: Exposição mostra drama da violência doméstica

Uma das obras que mais chama a atenção é o Quarto Sombrio. “O quarto da criança que era para ser o seu porto-seguro, acaba por ser um ambiente de tortura. Quis representar a sombra do causador do dano, que destruiu a segurança que esta criança tinha”, relata.

Já Neuracy, a Ita, mostra em suas obras a carga diária de violência que testemunha em seu trabalho junto ao Instituto Médico Legal de Cáceres, onde o coletivo surgiu e permanece ativo. “Mesmo trabalhando neste ambiente, nunca vou me conformar com o tema. A violência é silenciada o tempo todo e quero dar minha contribuição em desfavor dela”, reforça.

Para a artista, a exposição tem como objetivo chamar a atenção para esse problema que muitos acabam fazendo “vistas grossas”. “As telas que apresento recriam histórias que realmente aconteceram”, ressalta.

Bosquê, que também comunga dessa sensação de que o artista, deve se colocar a serviço de transformações sociais, conta que quando produz suas obras é tomado por um senso de justiça. “Sinto indignação com este tipo de comportamento humano. Os seres sem cabeça são uma crítica à ignorância humana”, explica.

De acordo com a diretora executiva do museu, Viviene Lozi, as obras expostas apresentam um rompimento com as noções tradicionais da perspectiva e da proporcionalidade o que resulta em imagens estranhas que exploram o inconsciente fora da realidade e da estética tradicional, buscando uma reflexão sobre a violação dos direitos humanos. “O Museu de Arte celebra este momento de compartilhar com o público cuiabano e demais que visitam nossa cidade a produção destes três artistas e seu acervo singular”.

_____________________________________________

A Exposição Hemma Thomas tem entrada franca e fica aberta de terça a domingo das 9h às 17 horas. Mais informações pelo telefone (65) 3025-3221. Censura 14 anos.

  • Serviço
  • Exposição Hemma Thomas
  • Até dia 20 de novembro
  • De terça a domingo, das 9h às 17h.
  • Local: Museu de Arte -  rua Barão de Melgaço, antiga Residência dos Governadores 
  • Informações (65) 3025-3221

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.