Arte e Cultura

Sábado, 31 de Agosto de 2019, 08h:00 | Atualizado: 31/08/2019, 08h:04

Gabriel Bong fortalece cena autoral com produções independentes de reggae e rap

Arquivo pessoal

Em grava�es de clipe desafio � manter a qualidade com custos menores, pois s�o muitos profissionais e processos de cria��o

Em gravações de clipe, o desafio é manter a qualidade com custos menores, pois são muitos profissionais e processos de criação. Ele faz parcerias e investe

O rap e o reggae têm um papel importante na sociedade, o de resgatar com qualidade musical uma mensagem positiva, de amor ao próximo, de cuidado com a natureza e respeito ao universo. Pelo menos é no que acredita Gabriel Bong, que descreveu como é ser músico independente e lançar trabalhos com qualidade e baixo custo, na cena autoral cuiabana.

Arquivo pessoal

Aos 32 anos, ele pretende viajar o Brasil e mundo com sua m�sica

Aos 32 anos, pretende viajar com a música. Aposta no som autoral e acredita em sua mensagem de fé

Desde muito cedo, conta que presta atenção nas críticas sociais do mundo rap, teve uma "queda" pelo rock n roll, mas se sentiu mais confortável em unir o rap com o reggae. Além disso, com as mensagens de paz transmitidas pelo estilo natural da Jamaica, como um dos ícones do estilo – Bob Marley, com suas notas mais suaves, sem deixar de transmitir intensas reflexões na busca de um mundo melhor. Bong se inspirou.

Todas as canções no fone de ouvido, independente do estilo, há 17 anos, eram parte de sua rotina e contribuíram para a sua identidade. Quando jovem, ele já havia estudado teclado e teoria musical, mas tocava apenas na igreja que frequentava. Antes mesmo de cogitar a ideia de seguir carreira, a música já pulsava em seu coração.

Trabalho autoral

Foi com essa base musical que se desenvolveu em outros ritmos e instrumentos como autodidata. Hoje, aos 32 anos, além de músico instrumental, revela seu talento também como compositor, cantor e produtor musical.

Na cena autoral mato-grossense, é um dos artistas que mais têm feito lançamentos de músicas e videoclipes. Lançou nos últimos anos canções e clipes como Recomeçar, V!va, Abstinência e Continue de Pé.

Galeria: Autodidata e artista independente

Em Mato Grosso, ele comenta alguns desafios na carreira, pois acredita que em Cuiabá praticamente não existe espaço para o reggae e rap, ritmos que mais o influenciam para os últimos trabalhos. “Isso também depende da vida noturna da cidade, como ter casas que toquem esses estilos e público para consumir”, descreve. 

Tudo que temos feito tem sido de forma independente, seja com pequenos investimentos do nosso próprio bolso, parcerias e permutas

Gabriel Bong

Em seu ponto de vista, suas letras representam perseverança, fé e sinceridade. “Essas são algumas das mensagens que procuro passar com meu som. Quando falo de fé é sobre acreditar nos sonhos, sobre não desistir, e lutar sempre”, acredita.

Cena independente

Bong, apesar das críticas ao momento cultural neste nicho, revela ao que sua maior expectativa é levar sua arte para todo Brasil e, ousa em apostar, para todo o mundo.

Para isso, ele tem contado com diversos parceiros musicais para elevar a qualidade dos trabalhos. Os custos são altos, mas o ideal é unir qualidade e economia nas produções. “Tudo que temos feito tem sido de forma independente, seja com pequenos investimentos do nosso próprio bolso, parcerias e permutas. Essas parcerias são formadas com amigos e conhecidos que acreditam na proposta e abraçam os projetos”, revela. Confira um dos clipes abaixo.

Gabriel ainda enumera que sempre atua como um número considerável de pessoas, entre eles, videomakers, beatmakers, produtor, músicos, editores, designs, modelos, atrizes e atores e dançarinos que contribuem com as gravações.  

O músico não se sente desestimulado em continuar encontrando alternativas para carreira, por isso se diz aberto ao apoio de incentivadores em sua carreira. “Para mim, o principal papel do rap é a mensagem social, ética e moral. Lógico que também não podemos esquecer que como qualquer expressão musical também é alegria, animação e às vezes entretenimento. Porém, pra mim, é muito importante que a minha arte e meu rap expressem o que acredito, o que vivo e o que já vivi”, finaliza.

Postar um novo comentário

Comentários (2)

  • João Aurelio Rosseto | Sábado, 31 de Agosto de 2019, 12h30
    1
    0

    Com muita alegria que vejo este meu amigo despontando sua carreira ainda mais que conheco sua hiatoria e sei o tanto que lutou por isso parabes meu amigo.

  • cindi daniele oliveira de mello | Sábado, 31 de Agosto de 2019, 11h21
    1
    0

    Muito orgulho de acompanhar de perto a carreira do Bong e de saber que ele é meu conterrâneo, MT está passando por um momento fantástico com relação a crescimento cultural, temos muitos nomes de destacando e o Bong com certeza vem chegando pesado!!!! Parabéns pela reportagem, precisamos mesmo valorizar e ouvir mais o que produzimos.

Matéria(s) relacionada(s):

DEM consulta sobre regras ao Senado

julio campos 400 curtinha   Atendendo orientação da Nacional do DEM, na luta para ampliar bancada no Congresso, o diretório regional do partido vai apostar todas as fichas na disputa suplementar ao Senado. E, antes de avançar na definição de nome, o partido decidiu encaminhar consulta ao TSE para saber se...

Expediente suspenso e posse no TCE

guilherme maluf 400 curtinha   O expediente no TCE-MT será suspenso na segunda, a partir das 12 horas. É que às 15 horas acontece a sessão especial na Escola Superior de Contas, marcando a posse de Guilherme Maluf (foto) na presidência do órgão fiscalizador. O hoje presidente Domingos Neto passa ao...

Túlio, desgaste e disputa em Cáceres

tulio 400 caceres   Derrotado a deputado estadual duas vezes, a última em 2018, Túlio Fontes (foto) não sustenta mais o que declarou há três meses, quando anunciou que ficaria de fora da corrida à Prefeitura de Cáceres. Mesmo tendo abandonado o município por um bom tempo, desde quando concluiu...

Disputa em Sinop e vaga na Câmara

juarez costa 400 curtinha   O deputado federal Juarez Costa (foto) tem espalhado que será candidato a prefeito de Sinop, posto já ocupado por ele por dois mandatos. No fundo, o emedebista espera que Rosana Martinelli (PL), que foi sua vice e depois se elegeu prefeita nas urnas de 2016, desista do projeto de reeleição...

Francis forçando a barra ao Senado

francis maris 400 curtinha   Francis Maris (foto), empresário e prefeito de Cáceres, é mesmo corajoso. Ele anunciou que vai reunir colegas prefeitos da região Oeste para discutir a ideia de entrar na disputa ao Senado, na eleição suplementar para a vaga de Selma, cassada esta semana. Francis se acha "o...

Sindal repudia postura de "indicado"

O presidente do Sindal Jovanildo da Silva se diz traído por Osmar Capilé, representante dos segurados da AL e que exerce cargo de diretor dos Aposentados, que votou favorável a nova alíquota de 14% no Conselho da Previdência. O apoio ao aumento da cobrança gerou revolta entre os servidores do Legislativo, que partiram para cima de Jovanildo cobrando explicações. Em nota de repúdio, o sindicato, que o indicou como representante no...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Como você avalia a decisão do Supremo de suspender prisão imediata após julgamento em segunda instância?

Concordo

Discordo

Tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.