Entretenimento

Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2019, 07h:15 | Atualizado: 10/02/2019, 08h:16

BAR NO BOA

Cão Latino é reduto de bate-papo, risada, música, drinks e comida de boteco - fotos

Cão Latino

Cão Latino abre, no bairro Boa Esperança, às 18h e já começa a chegar gente, que sai direto do trabalho ou chega mais tarde, para uma balada mais esticada

Na efervescência da boemia cuiabana, um bar que ecoa de esquina a esquina os ruídos de gargalhadas, conversas e música ao vivo. Tudo junto parece parte da sonoplastia de um cenário de filme latino. Dançante, o público não se contém comportado em estreitas mesas. Fato que não é empecilho para a sedução que paira no ar, entre as canções que rolam soltas, com um brinde e outro, rostos despreocupados e cantantes. Gente que chega desde as 18h com uniformes empresariais, levados pela sede de um happy hour. Outros chegam mais tarde, com vestes elaboradas, a contar com uma noite estimulante. Não importa o ponto de partida - o Cão Latino se tornou um local para extravasar.

Quase sempre cheia, a casa tem algo de especial, funciona como um reduto de festas temáticas e apresentação de artistas com covers e trabalhos autorais. Desde o início, em meados de julho de 2018, tinha a promessa de fomentar a cultura local. Coisa que se constatava em cada detalhe da decoração, como obras de artistas como Ruth Albernaz, Ilustre Z ou Sika.

Ao todo, são três sócios, cada um encarregado de uma área para conduzir o estabelecimento. O músico e jornalista Thales de Paiva, que organiza as agendas e parte artística do local, o empresário no ramo de bebidas Leonardo Tiaragyu, que se dedica aos drinks e ofertas diferenciadas do bar, e o engenheiro eletricista Júlio Cézar Campos que cuida da parte administrativa.

“Como músico sempre achei a cidade carente de casas que dão espaço pra música não comercial ou menos difundida pela mídia. Hoje o bar é um espaço de encontro de pessoas que gostam de boa música e de músicos da cidade de forma geral. Um espaço que estava faltando pra esse pessoal tocar e curtir”, comenta Thales.

Artistas como Karola Nunes, Henrique Maluf, Akane Iizuka, Kristian Amorim, Cris Chaves, Juliana Grisólia, Marcos Venicius e Camila Fidelis são alguns dos intérpretes e compositores que mais marcam presença nos embalos musicais do intento. “Músicos parceiros da casa têm seus trabalhos autorais e é muito bem ver como o pessoal daqui está produzindo coisa boa. O espaço é bem organizado, democrático e o pessoal interage bastante”, salienta.

Bebidas diferenciadas e com toque regional

Cão Latino

Drinks elaborados são preparados em taças. com sabores especiais e muita criatividade

Com coquetéis coloridos e com inspirações diversas, inclusives locais, a base pode ser gin, vermount e outras bebidas exóticas, o que entona ainda mais as receitas tropicais. "Alguns são autorais como o Capim Santo, que leva cachaça, limão, capim santo e alecrim. Ou Tupã, que leva rum, suco de limão, xarope de gengibre e especiarias", descreve o sócio Leonardo, que tem formação como bartender. 

Outros drinks que são destaque são as combinações de gin tônica que fazem com base de morango, hibisco e laranja ou o de caju, canela e laranja. Algumas cervejas Premium, as mais populates de 600 ml, sendo uma opção pilsen e outra puro malte. O bar conta também com doses de alguns destilados e os drinks, que saem a todo momento do balcão, constatando o sucesso. "A coquetelaria, por fazer parte da gastronomia, tem o papel de representar a cultura local. Por isso busco referencias locais. Sou apaixonado pela cultura cuiabana e até tivemos um drink de época que fez muito sucesso, o Gin Tônica de Jaboticaba, casca de limão siciliano e alecrim", ressalta Tiaragyu. 

Isso sem faltar os clássicos da coquetelaria mundial, como o Moscow Mule, Negroni e Gin Tonica tradicional.
Leonardo revela, ainda, sempre estar atento nas tendências nacionais e mundiais. Petiscos para salgar a boca como batata frita com queijo e bacon, bolinhos, calabreza acebolada e pastéis fazem parte do cardápio. “Isso tudo com preço bastante acessível”, retoma Thales.

Galeria: Cão Latino

Noites temáticas

Com propostas para mexer o esqueleto, algumas noites do bar são temáticas e vão desde noites latinas, muita black music, samba ou “rastapé”. O clima é eclético e movimenta as cadeiras, tanto as de madeira, como os quadris.

Poucas semanas atrás, no evento “Dia de Cão” a mistura com um pouco de cada ritmo contou com vários artistas diferentes. No entanto, para quem quiser conferir, Thales aconselha comparecer na segunda edição da “Noite Latina”, marcada para dia 15 de fevereiro, com um bloco de muita cumbia, reggaeton, salsa e rumba. Outro bloco de black music, disco, soul, funk e pop. Outras programações podem ser conferidas nas redes sociais do bar.

 

SERVIÇO

Local: Avenida Edgar Vieira, bairro Boa Esperança (ao lado da UFMT).

Funcionamento: de quarta a domingo, a partir das 18h.

Facebook: Cão Latino

Instagram: @caolatino

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

Oposição tenta vencer pelo cansaço

L�dio Cabral curtinha   A oposição formada pelos deputados Lúdio Cabral (foto), Valdir Barranco - ambos do PT - e Wilson Santos (PT), que decidiu obstruir a pauta da Assembleia enquanto o Executivo não apresentar uma prosposta aos trabalhadores da educação, tentam vencer o presidente...

Boicote à audiência sobre Fethab Milho

Conduzida pelo deputado Ulysses Moraes, a audiência pública na Assembleia para debater a questão do Fethab Milho e a possibilidade de exclui-lo da taxação não aconteceu conforme o planejado por causa de boicote dentro da própria AL. A TV Assembleia, que costuma transmitir ao vivo esse tipo de debate, não o fez. Alegou que uma peça de transmissão estragou. De última hora, mudaram a sessão de local, de um...

UFMT e incompetência administrativa

myrian ufmt curtinha   A considerar as explicações do ministro da Educação Abraham Weintraub sobre corte de energia elétrica da UFMT, a reitora Myrian Serra demonstrou incompetência administrativa em todo processo. São seis faturas em atraso, quatro do exercício de 2018 e duas deste ano. A...

Judiciário destina R$ 3 mi para Bope

carlos alberto 190 curtinha tj   O Poder Judiciário, sob Carlos Alberto (foto), autorizou a remessa de R$ 3,1 milhões para a secretaria de Segurança. Os recursos, arrecadados em ações da 7ª Vara Criminal, vão ser usados na compra fuzis, rifles de alta precisão, submetralhadoras, coletes...

Alerta e preocupação sobre a greve

janaina riva curtinha   Janaína Riva disse nesta 2ª à noite, em sabatina no Emparedado, programa exibido ao vivo pela TV Gazeta Canal 19.1, em Cuiabá, que, numa reunião junto com o colega petista Valdir Barranco e dirigentes do Sintep, perguntou aos sindicalistas que seria mesmo o momento de deflagrar greve na...

Peça de teatro nas escolas cuiabanas

alex vieira curtinha   A Associação Cultural Cena Onze vai faturar neste ano R$ 177 mil da Prefeitura de Cuiabá, após vencer processo licitatório, com o projeto de peças de teatro. Fará apresentação em 30 escolas da rede pública municipal. Em cada espetáculo, está...

ENQUETE

Profissionais da Educação estão em greve há mais de um mês. O que você acha disso?

estão corretos. Devem continuar

discordo. Deveriam voltar às aulas

pra mim, não faz diferença

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.