Gastronomia

Sexta-Feira, 31 de Maio de 2019, 07h:24 | Atualizado: 02/06/2019, 07h:25

Gastronomia

Produtora cultural cria lanche vegano para substituir paixão por baguncinha - confira

Luci Mary

 Hambúrguer com grão de bico e lentilha, que deu origem ao baguncinha vegano

Lóris diz que hambúrguer é feito de grão de bico e com lentilha

Desde a infância, a produtora cultural cuiabana Lóris Canhetti, 30 anos, era apaixonada pelo tradicional “baguncinha”. O lanche tipicamente cuiabano era uma das comidas preferidas dela. Há quatro anos, porém, Lóris parou de comer o sanduíche, pois se tornou vegetariana. A partir de então, decidiu criar algo semelhante que não levasse carne ou produtos de origem animal.

Após diversas experimentações de receitas, criou um hambúrguer com grão de bico e lentilha, que deu origem a uma espécie de “baguncinha vegano”. O lanche criado pela produtora cultural inclui queijo de castanhas, salada e uma maionese de abacate – todos itens feitos por Lóris.

“Os lanches têm trazido muitos resultados positivos, porque muitas pessoas estão pedindo. Temos números limitados de pedido, por enquanto, para garantir a qualidade do produto e que todos os ingredientes cheguem frescos. Mas estamos trabalhando para aumentar a produção em breve”, diz.

Lóris nasceu em Cuiabá e trabalhou como produtora cultural em diversos estados brasileiros. Formada em Rádio e TV pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), ela sempre atuou na área do audiovisual. Logo após sair do último emprego e ter uma filha, retornou à capital mato-grossense.

Quando voltou à capital mato-grossense, já havia se tornado vegetariana, em busca de uma vida que considera mais saudável. Ela diz ter encontrado dificuldades ao perceber que não poderia mais comer o tradicional “baguncinha”. “Eu senti necessidade em fazer algo para substituir o lanche”, relata. Ela aliou o amor à gastronomia com o início da nova fase da vida e passou a fazer testes para criar um lanche vegano.

“Fiz experiências com grãos, temperos e castanhas. Testei muitas receitas. Mostrei os resultados para pessoas próximas, que foram gostando e me incentivando. Diziam que eu precisava mostrar aquilo para outras pessoas”, narra.

Tive uma surpresa muito grande, porque vendeu muito rápido. Em duas horas, já havia acabado

Lóris Canetti

O incentivo fez com que Lóris participasse de uma feira vegana em Cuiabá, para comercializar os lanches. “Tive uma surpresa muito grande, porque vendeu muito rápido. Em duas horas, já havia acabado”, diz.

O lanche, apesar de ter sido motivado pela paixão da produtora cultural por “baguncinha”, pouco – ou nada – lembra o tradicional sanduíche da região. Isso porque os ingredientes naturais dão sabor característico ao alimento, além de não ser utilizado nenhum tipo de gordura na preparação dos itens no lanche vegano. Os pães, brancos ou integrais, também são específicos, pois são feitos sem ingredientes de origem animal.

Logo após o sucesso na primeira feira, Lóris passou a comercializar os lanches. Ela ressalta que uma das particularidades dos sanduíches, além do queijo vegetal, é a “maionese alien” – feita com abacate e sem óleo. “Esses lanches são oportunidades para que as pessoas possam conhecer novos sabores”, diz.

Para a cuiabana, a alimentação natural, sem produtos de origem animal ou industrializados, é uma forma de absorver bons nutrientes. Ela faz referência à nutrição energética, segmento que acredita que uma alimentação sem itens industrializados é fundamental para que a pessoa consiga ter uma vida melhor.

“É importante se preocupar com cada alimento que entra em nossos corpos, como absorvemos isso e como isso entra em nosso espírito e na nossa energia”, diz.

Galeria: Lanche vegano faz sucesso

Pacha Burger

Lóris se aventurou de vez no ramo gastronômico e criou o Pacha Burger, serviço no qual oferece os lanches naturais e saladas, ambos a R$ 25. Ela também comercializa hambúrgueres de grão de bico e lentilha congelados, de dois tipos:  de 100 gramas, considerado o comum, sem acréscimo de ingredientes, e o de 150, com mix de castanhas e sementes. As caixas com três unidades de 100 gramas ou duas de 150 custam R$ 20.

Luiz Marchetti

Lanche tem ainda queijo de castanhas, salada e uma maionese de abacate

Lanche tem queijo de castanhas, salada e uma maionese de abacate

Os lanches e saladas são comercializados, atualmente, somente por delivery, de quarta a domingo, das 19h às 21h. Os alimentos também costumam ser vendidos em feiras veganas da capital.

Para Lóris, trabalhar com gastronomia foi uma grata surpresa. “Sempre gostei de cozinhar, mas nunca vi como um negócio. Esta é a primeira vez em que pensei que poderia trabalhar com isso”, diz.

Ela conta que uma situação que vivenciou na produção de um filme, anos atrás, a fez acreditar em seus dotes culinários. “Houve um imprevisto na gravação, a pessoa que deveria cozinhar se acidentou. Então, de última hora, eu mesma fiz a comida. Me esforcei muito e ficou ótimo. Todos gostaram. A partir dali, me senti motivada a trabalhar com cozinha”.

“Juntando esse momento com minhas mudanças alimentares, vi que há um filão de pessoas que querem se alimentar melhor, com coisas saudáveis e menos industrializadas. Na história da alimentação, a gente nunca comeu tão mal, por conta da grande quantidade de industrializados e alimentos com açúcar. Isso tem causado aumento de doenças”, completa.

Apesar da nova área, Lóris conta que não planeja deixar a cena cultural. “Sempre serei produtora. A produção está em tudo o que você faz. Está em uma feira, em uma encomenda de pão, na organização dos ingredientes, entre outros momentos”.

“A produção está no meu dia a dia. Considero que continuo como produtora cultural porque faço tudo na empresa, desde organização de eventos a produção de material gráfico. A produção é o dia a dia”, declara.

Para os próximos meses, ela planeja aumentar o cardápio do Pacha Burger e dar cursos sobre alimentação saudável e hambúrgueres veganos. “Não queremos trabalhar só com alimentos, queremos também ajudar as pessoas a terem hábitos alimentares saudáveis. Quero que as pessoas possam aprender que não é porque a gente cresceu comendo alimentos industrializados que não podemos mudar isso”, afirma.

Mais informações sobre o Pacha Burger pelo Instagram @pachaburgeroficial, pela página oficial da empresa no Facebook ou pelo número (65) 99289-3211.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Prorrogação de mandatos até 2022

Muitos prefeitos e vereadores já trabalham com a hipótese de ganharem mais dois anos de mandato, "esticando" o atual para 2022. O Senado está prestes a aprovar uma PEC para tornar coincidentes os mandatos eletivos. Nesse caso, mandato dos prefeitos, vice e dos vereadores, eleitos em 2016, teria duração de seis anos. E, a partir das urnas de 2022, as eleições passariam a ser gerais para presidente, governadores, prefeitos, senadores, deputados e...

"Cenário apocalíptico" e respiradores

z� do patio 400 curtinha   Um mês depois do escândalo sobre a compra e pagamento de quase R$ 4 milhões por 22 respiradores falsificados, o prefeito Zé do Pátio (foto), de Rondonópolis, tomou duas decisões, mas nenhuma delas no sentido de investigar eventuais falhas de servidor da...

Binotti, a popularidade e a oposição

luiz binotti 400 curtinha   O grupo político do hoje vice-governador Otaviano Pivetta, que comandou Lucas do Rio Verde por mais de duas décadas, terá dificuldades para reconquistar o comando local no pleito deste ano. O pré-candidato Marino Franz, que foi vice de Pivetta e depois prefeito, será o...

Um mês no Senado e com um projeto

carlos favaro 400 curtinha   Em um mês como senador, Carlos Fávaro (foto), oficialmente com 12 assessores, por enquanto, fez dois pronunciamentos da tribuna, não atua na relatoria de nenhuma propositura e apresentou um projeto, justamente o que pede socorro financeiro a um dos setores do agronegócio, o algodoeiro. Na...

Desagregador luta pra retornar à Ager

fabio calmon 400   Fábio Calmon (foto), que foi adjunto da Sinfra no Governo Taques e depois nomeado presidente da Ager-MT, não desiste da Agência, mesmo sabendo que ali se tornou uma pessoa non grata por uma série de situações. Foi carimbado de incompetente, burocrata, arrogante e desagregador. O governador...

Oportunismo e na defesa de Bolsonaro

niuan ribeiro curtinha 400   Niuan Ribeiro (foto), presidente do Podemos em MT, agora virou defensor do Governo Bolsonaro. Eis o que o vice-prefeito de Cuiabá escreveu no Instagram, em postagem acompanhada de sua foto, sobre o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril que expôs várias faces do governo. "Apesar...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Você conhece alguém próximo que foi infectado pelo coronavírus?

sim

não

em dúvida

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.