Shows

Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2015, 08h:20 | Atualizado: 02/10/2015, 18h:25

Em Cuiabá, Orquestra e Spok contam a História do Frevo em 2 concertos

Protásio de Morais

Orquestra_MT

Evento terá a participação do saxofonista Spok, uma autoridade do gênero

Diretamente de Recife e Olinda para a Capital mato-grossense. “A História do Frevo” é o tema dos concertos oficiais da Orquestra de Mato Grosso neste mês e contará com a participação do saxofonista Spok, uma autoridade do gênero.

As apresentações acontecem nesta sexta (25) e sábado (26), às 21 horas, no palco do Espaço CDL. O ingresso pode ser adquirido com 1kg de alimento não perecível entregue no local, a partir das 19 horas. 

Além do saxofonista, que dá nome ao grupo, a Orquestra também apresenta o “Spok Quinteto” formado por Beto Hortís (sanfona), Renato Bandeira (guitarra e viola), Hélio Silva (contrabaixo) e Anderson Silva (Bateria). “Hoje, Spok é um músico global, que viaja o mundo se apresentando", ressalta o secretário de Estado de Cultura e maestro Leandro Carvalho.

Ainda segundo Leandro, este ano, especialmente, Spokm que tem se apresentado muito nos EUA, virá direto para tocar em Cuiabá tocar. "Um privilégio”, frisa. 

Apontado por muitos como artista que revolucionou o frevo, no que se refere ao “novo frevo”, Spok explica que esse título vem, quase que exclusivamente, da música instrumental realizada por ele em teatros pelo Brasil e pelo mundo. “Eu amo tocar na rua, porém, como instrumentista que sou, observo que a música é, de certa forma, muito mal cuidada nas ruas. Ela acaba sendo apenas uma trilha sonora para que as pessoas possam pular, dançar e se divertir. Eu adoro isso, mas nossa intenção é fazer frevo para as pessoas ouvirem e não necessariamente para dançar”, revela Spok. 

Ainda de acordo com o artista, o espetáculo “A História do Frevo” foi adaptado especialmente para a Orquestra de Mato Grosso e conta a trajetória desse gênero musical. As três modalidades de frevo (de rua, canção e de bloco) serão apresentadas em arranjos especiais por meio de canções de grandes compositores como Sivuca, Ernesto Nazareth, Carlos Gomes, Levino Ferreira, Maestro Duda, Cândido Lira, entre outros - veja repertório no quadro.

Origem Frevo

Derivado da mistura de diversos gêneros como a “modinha”, a “quadrilha”, o “maxixe” e a “polca”, o frevo é um típico representante do sincretismo musical tão característico da cultura brasileira. “Fervura” era como o povo pernambucano se referia ao novo gênero no final do século 19, que invadia as ruas do Recife antigo, daí o nome frevo.

Com o passar dos anos, o tempo encarregou-se de transformar não só o ritmo, mas também a dança: capoeiristas cederam espaço aos passistas e os pedaços de pau, usados para abrir caminho na multidão e proteger os músicos nas ruas de Recife, deram lugar ao símbolo máximo do frevo, às sombrinhas multicoloridas.

Mário Okamura

programação

Confira, acima, os detalhes do repertório o espetáculo

  • Evento
  • Orquestra de Mato Grosso e Spok contam “A História do Frevo”
  • Dias 25 e 26 de setembro às 21h
  • No Espaço CDL Cuiabá - Anfiteatro Adão Flores
  • Endereço: Rua Cândido Mariano nº 775, Centro, Cuiabá – MT, esquina com a Rua Marechal Deodoro
  • Informações (65) 3027-1824
  • Ingresso social: 1kg de alimento não perecível

Galeria de Fotos

Credito: Protásio de Morais
A História do Frevo é o tema dos concertos oficiais da Orquestra de MT e contará com a participação do saxofonista Spok
Credito: Protásio de Morais
?A História do Frevo? é o tema dos concertos oficiais da Orquestra de MT e contará com a participação do saxofonista Spok
Credito: Protásio de Morais
A História do Frevo é o tema dos concertos oficiais da Orquestra de MT e contará com a participação do saxofonista Spok
Credito: Protásio de Morais
A História do Frevo é o tema dos concertos oficiais da Orquestra de MT e contará com a participação do saxofonista Spok
Credito: Protásio de Morais
A História do Frevo é o tema dos concertos oficiais da Orquestra de MT e contará com a participação do saxofonista Spok

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Túlio, inabilidade política e frustração

tulio fontes 400 curtinha   Túlio Fontes (foto), que ainda faz mistério sobre disputa à sucessão em Cáceres, ficará mesmo fora do embate das urnas. Ex-prefeito e derrotado duas vezes para deputado estadual, ele não moveu uma palha para fortalecer o seu nanico PV. Conclusão: o partido só...

Pátio, vice, o MDB e ex-secretário

adonias fernandes 400 curtinha   Em Rondonópolis, o prefeito Zé do Pátio não desistiu de vez do seu antigo partido, o MDB, no qual militou por mais de duas décadas. Embora em rota de colisão com alguns líderes emedebistas, Pátio ainda tem bom contato com o ex-padrinho político, o...

Prefeito de Sapezal e aditivo com 15%

valdecir casagrande 400 curtinha sapezal prefeito   O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande (foto), autorizou o quarto aditivo de um contrato sem licitação, firmado em 2019 entre o município e a Casa de Saúde Santa Marcelina. Chamam atenção o valor e o aumento. A continuidade do atendimento aos...

Partidos acirram disputa a vice de Léo

leonardo 400 curtinha   Em Primavera do Leste, o prefeito emedebista Léo Bortolin (foto), um dos mais bem avaliados gestores mato-grossenses, convive com uma disputa acirrada de pretendentes ao cargo de vice-prefeito de sua chapa. A corrida por novo mandato está tão confortável que Léo praticamente não tem...

MDB e PRB devem se juntar em ROO

luizao 400 curtinha   Ao menos dois blocos de oposição em Rondonópolis estão levando a sério a observação do ex-governador e ex-senador Blairo Maggi, para quem Zé do Pátio ganharia a reeleição numa boa se o município tiver várias candidaturas. Ou seja, quanto...

Parlamentares numa disputa cômoda

thiago silva 400 curtinha   Parlamentares que estão se aventurando na disputa a prefeito nada têm a perder. Não precisam nem se afastar dos mandatos para concorrer ao pleito. Em caso de derrota nas urnas de novembro, continuam com suas cadeiras garantidas até 2022 (situação de estadual e federal) e...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

O Governo de MT estuda retomada das atividades escolares presenciais possivelmente em agosto ou setembro. O que você acha?

Estou de acordo

Não - aulas não podem voltar por agora

tanto faz

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.