Variedades

Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019, 08h:36 | Atualizado: 16/12/2019, 17h:01

Biólogo cria empresa para mini-jardins e terrários e encanta clientes em MT - veja

Arquivo pessoal

Carlos � bi�logo e sempre foi apaixonado por plantas de todos os tipos

Carlos é biólogo e sempre foi apaixonado por  todas as plantas 

A natureza é perfeita e capaz de se adaptar a quase qualquer ambiente. Por vezes, surpreende com sua auto-suficiência e a magia da biologia. É o que ocorre com os terrários dentro de vidros. Alguns são regados uma ou duas vezes na vida e, depois de lacrados, “para sempre” se assemelham a uma floresta tropical. Sobrevivem com o próprio ecossistema.

No entanto, nem todas as plantas são indicadas para esse processo. Existem algumas regras para que o segredo aconteça, entre elas, escolher espécies que gostam de sombra, calor e umidade como musgos, fitônia e unha de gato, por exemplo.

Um dos casos mais famosos do mundo de um destes terrários foi o do engenheiro elétrico aposentado que cultiva um jardim dentro desde 1960, na Inglaterra. Ele é David Latimer e, na época, ficou curioso para saber o que aconteceria se colocasse algumas plantas em uma garrafa de vidro e fechasse o recipiente. Latimer colocou um pouco de terra, adubo, um broto e cerca de 120 ml de água. Doze anos depois, em 1972, ele regou o jardim pela segunda – e última – vez.

Hoje, a planta sobrevive em sua casa sem precisar ser regada tão frequentemente. Em entrevista, ele relata que o vidro fica há dois metros de uma janela e que ele a gira tempos em tempos para que o sol alcance todas as partes as plantas que vivem no recipiente.

Em Cuiabá, o biólogo mato-grossense Carlos Kreutz, de 30 anos, se encanta pelo universo das plantas e desenvolve diversos terrários, arranjos, mini-jardins e lembrancinhas. Ele contou para o um pouco dessa paixão. “Sempre digo que ainda não trabalho com plantas, mas sim, me divirto e acalmo com elas”, salienta. 

Galeria: Terrários e arranjos lindos

Arquivo pessoal

Terr�rios precisam ser regados, em m�dia, a cada tr�s meses

Terrários precisam ser regados, em média, a cada três meses

Ele acrescenta que as principais razões para a escolha de um terrário, ao invés de um arranjo, é a falta de tempo para cuidar, a vontade de ter plantas em um espaço interno e a famosa justificativa de nunca se lembrar de regar as plantas.

No entanto, reforça que, apesar de ser uma ótima opção para quem tem pouco tempo, viaja muito ou esquece de regar as plantas, os terrários precisam de cuidados de tempos em tempos.

Há cada três meses, normalmente, é necessário abrir e borrifar ou gotejar um pouco de água, ainda que alguns deles possam durar muito mais tempo sem precisar abrir.

Outra observação é que  não existe terrário aberto, todos eles são fechados. Por esse mesmo motivo, ele possui um ecossistema autossustentável. "Algumas pessoas chamam de terrários abertos aqueles arranjos abertos em vidros redondos de aquário, mas não é o correto", revela.

Em 2006, logo após iniciar o curso de Ciências Biológicas, ele começou a estagiar no herbário da universidade e passou a trabalhar com samambaias. Foram oito anos trabalhando diretamente com plantas na academia, entre graduação, mestrado, docência e pesquisa.

Depois de uma mudança na vida profissional, voltou a mexer com plantas em 2017. Dessa vez, começou como um hobbie, fazendo alguns arranjos com cactos e outras suculentas para ele mesmo, família e amigos.

Em meados do primeiro semestre de 2018, o hobbie se tornou a empresa Verde em Casa Atelier, que ele ainda considera um hobbie, mas com uma pegada mais profissional. “Eu sou apaixonado por plantas desde criança. Nasci e fui criado em fazenda. Então, desde pequeno tive contato com plantas no jardim, na horta, no pomar, na mata”, descreve o biólogo.

Arquivo pessoal

Arranjos de todos os tipos e tamanhos fazem parte de cria�es

Arranjos de todos os tipos e tamanhos fazem parte de criações, os preços também variam de acordo com o material que é usado na montagem de cada um

Além disso, Carlos sempre gostou de mexer no jardim para sua mãe. Durante a vida acadêmica, trabalhando com elas, despertou o interesse pelo estudo e pelo conhecimento técnico-científico. Para aprender além da academia, os detalhes e segredos de alguns arranjos muito artísticos, ele confessa que a vida por si só é uma bela escola que ensina o poder da observação e dos testes para descobrir as melhores condições para as plantas.

“Por outro lado, há uma gama de conhecimento que ao fazer cursos são absorvidos com mais facilidade. Eu fiz um curso mais completo de arranjos com suculentas com a Carol Costa, referência no Brasil em jardinagem. Mas, estudo constantemente a partir de livros de jardinagem, de paisagismo, de arranjos, também cursos online mais rápidos”, explica. 

Arquivo pessoal

Terr�rios s�o �timas op�es para quem tem pouco tempo e mora em apartamento

Terrários são opções para quem tem pouco tempo para cuidar e mora em apartamento

As peças que têm criado com mais frequência são os terrários, arranjos, mini-jardins e lembrancinhas com cactos e outras suculentas. Os terrários, segundo ele, têm uma enorme variedade de tamanhos e formas. Os arranjos e mini-jardins variam de material da base como madeira, vidro, concreto, gesso, cerâmica, metal, de tamanho e de composição. “Normalmente, em arranjos, utilizo apenas plantas com acabamento em pedras, areia ou produtos naturais. Em mini-jardins já crio um cenário, utilizo miniaturas de construção, animais, figuras humanas, fazendo assim um pequeno jardim dentro de um vaso”, conta, reforçando que também considera o gosto dos clientes.

Carlos também tem uma linha de peças que gosta bastante, a que cria com materiais reaproveitados, como vasos quebrados, vidros reutilizados e pedaços de troncos e outros produtos naturais. Sua formação como biólogo ajudou bastante nesse gosto pela sustentabilidade, pela redução do lixo produzido, e por dar vida nova a algo que seria descartado.

As suculentas, de maneira geral, gostam e precisam de sol, então são indicados para ambientes internos e externos, mas desde que tenham pelo menos umas 4h de sol por dia.

Algumas espécies de suculentas, como as que gostam de sol o dia todo, também se adaptam a menos horas de sol. “Quando estou com as plantas criando peças ou mexendo no meu jardim, me sinto mais calmo, é algo que ajuda muito a reduzir a agitação cotidiana. Quanto mais atenção você der a elas, mais belas elas ficarão em resposta a sua atenção”, finaliza.

Os preços variam muito, mas existem lembrançinhas a partir de R$ 6,50 até arranjos e mini-jardins que passaram de R$ 200. O especialista ainda indica que os terrários são indicados para ambientes internos, sem luz solar direta. Informações podem ser obtidas pelo telefone (65) 98149-0353.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

PDT quer França, mas não pra suplente

allan kardec 400   Embora o deputado e secretário de Cultura do Estado, Allan Kardec (foto), presidente regional do PDT, tenha flertado com Roberto França, tentando atraí-lo para o partido e com expectativa de candidatura, não há nenhum convite para este ser um dos suplentes ao Senado na chapa de Pivetta. A ideia...

Uma candidatura jovem na chapa

otaviano pivetta 400 curtinha   Otaviano Pivetta (foto) assegurou neste domingo que não definiu ainda os dois suplentes de sua futura chapa ao Senado. Sobre Sachetti, observou que trata-se de um parceiro e amigo e que está pronto para ajudar no projeto, sem fazer imposição para assumir suplência, assim como o...

Rei da soja incentiva Fávaro ao Senado

erai maggi 400 curtinha   O ex-vice-governador Carlos Fávaro não mantém o silêncio à toa. Embora tenha sido o terceiro mais votado em 2018 - por pouco não fica com a vaga ocupada hoje pelo senador Jayme Campos -, Fávaro está enfrentando uma série de dificuldades para se viabilizar de...

Professor terá desempenho avaliado

marioneide 400 curtinha   Professores da rede pública estadual agora vão passar por avaliação de desempenho tanto para fins de progressão funcional quanto para atender a uma série de novas exigências. A secretária de Educação, professora Marioneide Kliemaschewsk (foto), já...

O pinóquio de antes, o aliado de hoje

wilson santos 400 curtinha   Wilson Santos (foto), hoje deputado pelo quarto mandato, está levando porrete de todo lado pela decisão de entrar na base do Governo Mauro Mendes, seu então adversário político dos últimos 15 anos. Ambos, que se enfrentaram nas urnas duas vezes, uma a prefeito e outra para...

França, convite do Pode e suspense

roberto franca 400 curtinha   Roberto França (foto), que exerceu vários mandatos eletivos, entre eles de vereador e de prefeito de Cuiabá, ficou empolgado com o convite para se filiar ao Podemos, inclusive com abertura para concorrer novamente ao Palácio Alencastro. Para evitar conflitos, antes de fazê-lo, o...

MAIS LIDAS

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Sobre a senadora Selma Arruda, que teve mandato cassado por caixa 2 e abuso de poder econômico, você acha que ela foi...

ingênua

corrupta

não sei

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.