Variedades

Sexta-Feira, 10 de Maio de 2019, 08h:02 | Atualizado: 10/05/2019, 08h:32

Uber

Motorista vira youtuber, entrevista até prefeito, mas teme ser banido do app veja

O bom humor de Felipe de Souza Lima, 22 anos, é uma das primeiras características notadas pelos passageiros que circulam no Hyundai HB20 do rapaz pelas ruas da Grande Cuiabá. O motorista de aplicativo passa, diariamente, quase 12 horas no carro, mas não perde a animação. O jeito espontâneo é considerado por internautas como o principal atrativo em outro segmento em que ele também atua: o YouTube.

Felipe vive em Cuiabá há seis anos. Ele nasceu em Foz do Iguaçu, no Paraná, e morou em diversos lugares, inclusive em cidades do Paraguai. O jovem trabalha como motorista de Uber há mais de um ano. O youtuber, que concluiu o ensino médio e ainda não pensa em cursar uma universidade, tem o serviço de motorista de aplicativo como única fonte de renda. “Gosto de ser meu próprio chefe e fazer meus horários”, argumenta.

Vinícius Lemos

Uber Felipe de Souza Lima tem canal no Youtube

Uber Felipe de Souza Lima tem canal no Youtube e não perde o bom humor durante as corridas pela Capital. Ele revela que trabalha, em média, 12h por dia

A carreira de youtuber começou há nove meses. Os vídeos publicados em seu canal foram gravados dentro do próprio carro do rapaz, enquanto fazia corridas pela cidade. A publicação mais assistida foi uma entrevista com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Felipe uniu o desejo que tinha de se tornar youtuber com a profissão. “Sempre tive vontade de ter um canal no YouTube, mas não sabia qual assunto. Com o meu trabalho, pensei: por que não fazer vídeos com passageiros?”, explica. Entre as publicações dele, há algumas com passageiros cantando ou contando casos da vida. “É tudo espontâneo. A pessoa entra, a gente conversa e, em alguns casos, pergunto se posso gravar”, relata.

Quase todos os meus inscritos descobriram os vídeos porque eu mesmo divulguei

Felipe Lima

“São passageiros normais. Às vezes o cara entra com violão e eu pergunto se ele pode tocar para que eu faça um vídeo”, completa.

As imagens são capturadas pelo celular do motorista, o mesmo aparelho que ele usa para fazer as corridas. “Quando estou gravando, peço para o passageiro me guiar, porque não consigo ver pelo GPS”, diz. Ele mesmo edita e publica os registros. “Não tenho uma equipe, nem outra pessoa que me ajuda. Quem sabe um dia consiga algum apoio”, declara.

O rapaz tem mais de 4 mil inscritos em seu canal. Ele conta que muitos foram conquistados por meio de divulgação que faz presencialmente. “Por exemplo, às vezes estou na fila do supermercado e divulgo o canal e peço para as pessoas se inscreverem. Quase todos os meus inscritos descobriram os vídeos porque eu mesmo divulguei”, comenta. 

A repercussão dos vídeos

O motorista de aplicativo afirma que costuma ser reconhecido com frequência nas ruas de Cuiabá, por conta dos vídeos. “Às vezes vou ao posto abastecer e uma pessoa pergunta: você que fez o vídeo com o prefeito? Já fui ao shopping e pediram para tirar foto comigo. Achei isso muito legal. Meu maior sonho é ser ainda mais conhecido. Mas também não quero ser extremamente famoso, em um nível Michael Jackson ou Neymar, que não têm paz”, diz.

O vídeo em que conversa com o prefeito da Capital, segundo o rapaz, aconteceu de modo inesperado. “Estava em um dia de trabalho normal com passageiros, quando o setor de mídia da Prefeitura me ligou. O prefeito assistiu e gostou do meu canal. Perguntaram se eu queria fazer um vídeo com ele. Fiquei muito alegre. Na época eu tinha mil inscritos”, diz o rapaz.

Ele usou terno para entrevistar Emanuel e confessa ter ficado nervoso ao conversar com o chefe do Executivo municipal. Mas no fim, diz, o resultado foi positivo. “O vídeo passou até na televisão, em programas de Cuiabá”, orgulha-se.

A entrevista de Lima com o prefeito foi organizada pelo setor de mídias sociais do Executivo municipal para tentar conter um desgaste na imagem de Emanuel, por conta da discussão sobre o projeto que define nova taxação de aplicativos de transporte na Capital. A medida é apontada por motoristas como uma forma de encarecimento das corridas. Emanuel nega que a taxação aumentará os valores dos serviços na Capital.

Abaixo, veja a entrevista do jovem com o prefeito Emanuel Pinheiro:

Apesar da entrevista com o emedebista e do reconhecimento nas ruas, o motorista declara que nunca ganhou dinheiro como youtuber. “O meu canal não tem monetização [dinheiro pago por publicidade feita nos vídeos], porque para isso é preciso ter 4 mil horas assistidas no canal nos últimos 12 meses. Eu tenho 200 horas assistidas só. Então nunca ganhei nada com isso”, lamenta.

Medo de punição da Uber

A empresa não permite que a gente faça filmagens durante corridas, mesmo que os passageiros aceitem

Felipe Lima

Há um mês, o rapaz não tem publicado vídeos no YouTube. O principal motivo é que ele teme ser banido da Uber. “A empresa não permite que a gente faça filmagens durante corridas, mesmo que os passageiros aceitem. Por isso, como não quero ser retirado da plataforma, que é minha fonte de renda, dei um tempo nos vídeos”, explica.

Ele conta que não sabia da norma da Uber quando iniciou o canal. “Mas eu acredito que a empresa não saiba que eu faço essas publicações no Youtube”, diz.

Para contornar a situação, ele planeja voltar a gravar vídeos em outros locais e que não tenham mais relação com as corridas do aplicativo. “Penso em fazer algo relacionado a curiosidades, sobre diversos assuntos, ou algo nesse sentido. Mas quero continuar investindo no YouTube, porque amo isso”, afirma.

Carreira política

Com a fama nas redes sociais, Lima atraiu também interesse de partidos políticos da Capital. Ele revela que foi convidado por uma sigla para se candidatar a vereador nas próximas eleições. “Já pensei em virar político. Mas não sei se farei isso nas próximas eleições, porque não quero participar apenas para cobrir legenda. Quero entrar para ganhar. Então, por agora talvez não seja legal”, afirma.

“Esse partido, que não vou citar o nome, me convidou para ser candidato por causa dessa nova tendência de redes sociais. O presidente foi eleito por causa das redes sociais, assim como o Nelson Barbudo (deputado federal mais votado no Estado)”, completa, sem confirmar se pretende se candidatar em 2020.

Ao menos por ora, o principal objetivo do rapaz é continuar publicando vídeos no YouTube. Atualmente, ele também tem outro plano: acompanhar intensamente a gestação do filho. Casado há dois anos, ele e a esposa aguardam a chegada do primeiro herdeiro. “Ela está grávida de cinco meses. Estamos muito felizes”, diz.

Promoção a leitores do RDNews

Ao fim da entrevista, Lima lança uma promoção para os leitores do . “Se a pessoa pegar Uber comigo, for inscrita no meu canal e tiver lido esta reportagem, é só me avisar, durante a corrida, que ganha 30% de desconto”, afirma. A oferta, elaborada pelo próprio motorista, é válida somente para quem pagar a corrida em dinheiro.

Postar um novo comentário

Comentários

  • Comente esta notícia

Matéria(s) relacionada(s):

COT do Pari segue travado até 2020

padeiro_400_curtinha   A secretaria de Infraestrutura, sob Marcelo Padeiro (foto), determinou a criação de uma Comissão Técnica de Trabalhos para estudar detalhadamente o contrato e a obra do COT do Pari, que só será retomada no ano que vem. Afinal, os trabalhos de análise, seguirão até...

Nezinho, enfim, remanejado na gestão

nezinho_400_curtinha   Mesmo com reclamações sobre a maneira burocrática e os passos lentos de Nezinho (foto) no Governo, o prefeito da Capital Emanuel demorou mais de dois anos para remanejá-lo. Ex-prefeito de Livramento e amigo de longa data de Emanuel, Nezinho agora assume a Controladoria do município. No...

Natal Solidário com prêmios valiosos

francis maris 400 curtinha   O empresário e prefeito de Cáceres Francis Maris (foto) lança nesta quarta, às 14h, na Assembleia Legislativa, mais uma campanha solidária em nome do Instituto Cometa, do Grupo Cometa, com sede em Cáceres e uma das maiores concessionárias de revenda do país. Em...

Sem elevar vaga de desembargador

carlos alberto 400 curtinha   O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha (foto), até concorda com a proposta de se aumentar o número de vagas de desembargadores, podendo subir de 30 para 35, por causa da elevada demanda e da necessidade de desafogar os processos na Justiça em...

Piran e avião de R$ 6 mi via o BNDES

valdir piran 400   O Antagonista revelou hoje a lista de beneficiários de empréstimos do BNDES para a compra de jatinhos da Embraer. E nela estão banqueiros, empresários, advogados e artistas. Um deles é o empresário mato-grossense Valdir Piran (foto), que captou nada menos que R$ 6,4...

Com mestrado e pronto para o retorno

jose carlos novelli 400 curtinha   Mesmo afastado da ativa por imposição do Supremo, em meio a um processo controverso baseado em denúncias sem prova, o conselheiro do TCE-MT, José Carlos Novelli (foto), segue se aperfeiçoando e ampliando conhecimentos. Acaba de receber diploma do curso de Mestrado...

ENQUETE

facebook whatsapp twitter email

Na sua opinião, como está indo o Governo Mauro Mendes?

excelente

bom

regular

ruim

péssimo

Não se trata de pesquisa eleitoral, mas de um mero levantamento de opiniões de leitores do RDNews e do Blog do Romilson, com participação espontânea dos internautas. Resultado sem valor científico.