Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 2008, 09h49
CÂMARA DE CUIABÁ
10 vereadores deixam Câmara; urnas reprovam 5


  
   Dos 19 vereadores cuiabanos, 10 se despediram da Câmara Municipal nesta terça (30) na última sessão do ano. Entre os que saem, cinco nem tentaram a reeleição, enquanto os demais foram derrotados nas urnas. Não conseguiram se reeleger os progressistas Marcus Fabrício e Luiz Poção. O peemedebista Mário Lúcio que obteve 2.672 votos ficou na segunda suplência, enquanto a petista Enelinda Scala, com 2.354 votos, agora vira terceira suplente. O vereador petebista Júlio Pinheiro (3.232 votos) passou perto de um novo mandato. Teve de se contentar com a primeira suplência.

  Desta vez Fabrício perdeu para o colega de partido, Deucimar Silva, pela diferença de idade, já que empatou com os mesmos 3.524 votos. O progressista Luiz Poção, atual primeiro-secretário da Câmara, conseguiu 1.955 votos, insuficientes para garantir a reeleição.

   Entre os que se despedem da Câmara há também aqueles que preferiram nem arriscar novo teste nas urnas, como os democratas Luiz Marinho e Márcia Campos e os tucanos Permínio Pinto e Éden Capistrano. O vereador Helny de Paula (PR) que, permaneceu mais licenciado do que legislando, também não se candidato de novo. Ele preside a MTGás, autarquia que integra a estrutura do governo do Estado. Chico 2000 ficou no lugar de Helny e conseguiu novo mandato. (Andressa Boa Sorte)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/