Terça-Feira, 12 de Maio de 2009, 07h58
MÚSICA
Poeta Vinicius de Moraes canta no ritmo do Berimbau


  Ao longo do tempo, Vinicius de Moraes (1913-1980) foi sobreposto à própria obra. Fala-se muito do poeta, mas não se dá a mesma ênfase a sua poesia. Enfim, ele é um poeta sob muitas histórias.

  O letrista de "Garota de Ipanema" (com Tom Jobim), de "Minha Namorada" (com Carlos Lyra) e de "Tarde em Itapoã" (com Toquinho)" acabou por constituir uma espécie de mitologia: o homem e suas emoções desenfreadas, os muitos casamentos, os numerosos amigos, a boemia, seu desprendimento, seu romantismo, seus diminutivos carinhosos, seu desprezo pela gravata e por toda formalidade. Há os que se comovem e aderem ao mito; há os que o rejeitam. É necessário, no entanto, muito mais que isso.

  A popularidade do compositor-cantor deve-se a sua presença em shows e nos meios de comunicação de massa, sobretudo nos anos 70. À época, quando a chamada MPB, esteve intimamente associada ao movimento estudantil e foi alvo permanente da vigilância dos órgãos de repressão da ditadura militar. Ao lado do seu parceiro Toquinho, Vinicius lotava os auditórios universitários. Boates, cervejarias e casas de espetáculo nacionais e internacionais também faziam parte do circuito da dupla, que instaurava, em meio às sombras daqueles tempos, um rastro de liberdade e alegria por onde passasse.

------------------------------------------------------------
Confira aqui a letra e no link abaixo para ouvir "Berimbau",
uma composição de Vinícius e Baden Powell


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/