Quarta-Feira, 28 de Fevereiro de 2007, 18h48
LEGISLATIVO
Fabris alega obesidade e sai de licenša; Franša assume


Deputado diz ter doença de sobra    

 

    Na semana passada, Fabris chegou a preparar um documento com pedido de licença à Mesa Diretora. Até aquele momento, assegurava que não tinha qualquer problema de saúde, o que não lhe asseguraria manutenção do salário se tivesse se afastado. Agora, alega sofrer de pressão alta, diabetes e obesidade. Nesta quarta, ele comentou o seguinte: "Estou com 109 quilos e deveria estar com 75".

    Como Fabris vai se licenciar para 'cuidar da saúde', a Assembléia Legislativa, composta por 24 deputados, pagará salário para 25. Cada um ganha R$ 9,5 mil mensais, fora uma série de privilégios, como verba indenizatória de até R$ 15 mil e um veículo Clio à disposição do gabinete.

   O polêmico deputado estadual Gilmar Fabris (PFL) anuncia seu licenciamento a partir desta quinta, 1º de março, por um período de 121 dias. Para continuar recebendo salário, mesmo afastado da Assembléia, ele apresentou atestado médico. Alega obesidade. A vaga de Fabris ficará com o segundo suplente, o ex-prefeito de Cuiabá Roberto França.

Fonte: RDNEWS - Portal de notÝcias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/