Quarta-Feira, 06 de Janeiro de 2021, 19h05
RENOVAÇÃO DE FROTA
Emanuel envia ofício a Mendes e rechaça interferências no transporte coletivo local

Ana Flávia Corrêa

Reprodução

Transporte Coletivo em Cuiab�

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) emitiu ofício nesta quarta (6), em que rechaça notificação do governador Mauro Mendes (DEM) para que suspenda renovação da frota de ônibus. De acordo com Emanuel, governador não pode tomar decisões de forma unilateral a cerca do transporte coletivo da Capital.

“Município de Cuiabá, concluiu vultuoso e complexo processo licitatório de transporte público coletivo municipal, de acordo com planejamento que vem sendo realizado no âmbito da mobilidade urbana em seu território ao longo dos anos, fato este que não pode ser simplesmente desconsiderado por vossa excelência”, disse em trecho do documento.

Pedido de Mendes é para que renovação seja suspensa até a decisão sobre a provável troca do Veículo Leve sobre Trilhos para o Bus Rapid Transport (BRT) como modal de transporte intermunicipal na Baixada Cuiabana. Ele confirmou que Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) elabora um plano para definir estrutura das linhas de ônibus e padrões dos veículos.

 Emanuel, por outro lado, afirmou que discorda da forma como o Governo lida com a questão da mobilidade na região metropolitana de Cuiabá. Ele alegou que contratos de concessões do serviço de transporte coletivo preveem renovação gradativa da frota de ônibus. Veículos devem ser entregues em maio de 2021.

“A notificação encaminhada por vossa excelência, que ora contestamos de forma veemente demonstra que a alteração do modal de transporte público intermunicipal, impacta de forma direta nas políticas públicas de mobilidade urbana planejadas e executadas pelo Município, justificando a imperiosa necessidade de que este Ente Público participe de forma efetiva do processo decisório acerca do tema”, pontuou.

De acordo com Emanuel, não contente com a tentativa de enterrar o VLT, governador trabalha para atrapalhar o processo de modernização do transporte coletivo de Cuiabá. Em troca de farpas, disse que o gestor não conseguiu dar andamento ao processo enquanto esteve à frente do Palácio Alencastro.

Mudança de modal

O Governo do Estado anunciou há uma semana que não tocaria o projeto VLT e que estava solicitando ao Ministério do Desenvolvimento a autorização para a troca do modal para o BRT. Ontem, o houve o pedido oficial à Assembleia Legislativa Assembleia para que o governador Mauro Mendes (DEM) negocie o empréstimo para implementação da nova modalidade de transporte.

Hoje (06), os deputados, em primeira deram aval à solicitação de Mauro.  O projeto foi enviado para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) para avaliação.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/