Sexta-Feira, 19 de Junho de 2009, 17h10
CÂMARA DE CUIABÁ
Delegacia confirma rombo de Lutero, mas não revela valor


   A Delegacia Fazendária confirmou nesta sexta (19) a existência de diversas irregularidades na administração do ex-presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (PMDB). Conforme a nota, com base nos documentos requisitados e apreendidos pela delegacia, já foram ouvidos 78 empresários e representantes que teriam participado desses processos licitatórios junto ao Poder Legislativo de Cuiabá, durante o biênio de 2007-2008. Os interrogatórios os responsáveis criminalmente pelas fraudes comprovadas até o presente momento, dentre os quais servidores, ex-servidores e empresários, devem começar na segunda (22).

   Entre as irregularidades estão falsificação de documentos de empresas para que figurassem como participantes dos processos licitatórios, quando na realidade seus proprietários alegaram nunca ter participado de licitações junto à Câmara. Outro problema detectado pela Delegacia Fazendária é referente ao ajuste prévio de que determinada empresa seria vencedora do certame, a qual em contrapartida deveria estornar a maior parte dos valores que recebia, além de entregar apenas parte das mercadorias relacionadas nas notas fiscais.

   Houve um acordo entre servidores da Câmara e empresários para que determinadas empresas participassem da licitação apenas de forma figurativa, para cobrir preços. A Delegacia garante que, para não atrapalhar o andamento das investigações, não irá divulgar o valor do rombo encontrado nas contas de Lutero, que já deve ser maior que os R$ 3 milhões apontados por uma auditoria encomendada pelo atual presidente, vereador Deucimar Silva (PP). (Flávia Borges)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/