Quarta-Feira, 11 de Abril de 2007, 10h35
BARRA DO GARÇAS
Projeto autoriza construção de casas populares


    Em Barra do Garças, o prefeito comunista Zózimo Chaparral está em rota de colisão com a maioria dos vereadores. Da tribuna, os parlamentares acusam o gestor de ignorar suas reivindicações. Na sessão de terça, por exemplo, cinco resolveram protocolar um projeto autorizativo permitindo que a prefeitura construa até duas mil casas populares.

    Foi assinado por Ronaldo Couto, Welinton Marcos, Sônia Nunes, Andréia Santos e Antônia Jacob. Foi uma resposta ao prefeito, que, em meio a divergências com o Legislativo, declarou que os parlamentares não queriam que fossem construída unidades habitacionais.
    O vereador e jornalista Ronaldo Couto (ex-PC do B), argumenta que o projeto serve para mostrar ao prefeito Chaparral que Barra do Garças enfrenta déficit habitacional é que é necessário construir moradias. "A necessidade é bem maior do que ele (prefeito) está propondo." Couto observa que a área onde Chaparral pretende edificar um consórcio habitacional tem quatro mil lotes e poderia doar dois mil para contemplar o projeto apresentado na Câmara. "Com esse projeto nós mostramos que não somos contra a construção de casas, prova disso é que autorizamos até duas mil unidades. Agora vai depender da competência do prefeito", completa a vereadora Andréia Santos.

    A também vereadora Sônia Nunes, que também assinou o projeto autorizativo, disse que o proposta deixa o prefeito à vontade para dizer quantas casas ele pode construir. Sugeriu, porém, que se adotem critérios mais claros e transparente. "As entidades que participaram da primeira seleção podem colaborar novamente", ponderou Sônia.

    O vereador Welinton Marcos contestou o posicionamento de alguns vereadores de situação. Garante que o projeto não é oportunista. "Estamos corrigindo uma injustiça que houve com a gente quando afirmaram que éramos contra a construção de casas", explicou a vereadora Antônia Jacob.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/