Quarta-Feira, 07 de Outubro de 2009, 15h09
CONJECTURAS
Walace mal chega ao PMDB e já mira Prefeitura de VG


  Walace Guimarães mal chegou ao PMDB e já mira a candidatura a prefeito de Várzea Grande em 2012. Apesar de articular a sua reeleição a uma das 24 vagas da Assembleia Legislativa, o deputado admite que sonha em ser prefeito. “Não fui para o PMDB com esta exigência, mas se disser que não pretendo ser prefeito, estaria mentindo”, afirmou Walace, que não perdeu a oportunidade para cutucar os irmãos Jayme e Júlio Campos. “Se eu estiver bem cotado, acho que o PMDB não vai cometer o mesmo erro que o DEM”, disse, numa referência ao fato de ter tido a candidatura a prefeito do segundo maior município do Estado “vetada” pelos democratas, que preferiram lançar o ex-governador Júlio Campos. Ele acabou sendo derrotado pelo prefeito Murilo Domingos (PR).

  O peemedebista se diz tranquilo com relação a investigação em torno da sua desfiliação. Ele confia na decisão do Tribunal Regional Eleitoral. “Acho natural que o MP e suplentes requisitem o meu mandato, mas tenho certeza que o TRE vai ser justo. Eu sai do DEM por justa causa”, argumenta. Wallace reforça que houve um entendimento entre ele e o partido de que a sua permanência não era boa para a sigla, nem para ele. “Tenho certeza de que os meus argumentos para sair do partido foram sensatos. A minha permanência era insustentável”, justifica.  

  O parlamentar garante que as suas rusgas com o ex-candidato a prefeito de Várzea Grande, Nico Baracat, que é o secretário-geral do PMDB no Estado, em nada atrapalhará a sua relação com os membros do PMDB. “Nico não é o partido. Ainda tenho uma pendência com ele e isso vai ser resolvido na Justiça. O importante é que todos sabem que eu não passei de nenhuma negociata”, afirmou, numa referência ao fato de Nico, em 2008 durante programa eleitoral, ter acusado Wallace de receber dinheiro para apoiar a reeleição de Murilo. (Patrícia Sanches)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/