Sexta-Feira, 11 de Dezembro de 2009, 10h10
SANEAMENTO
Prefeito oferece férias a Eliana e quer Sanecap como S/A


   O prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB) revela que ofereceu até férias para convencer Eliana Rondon a permanecer na presidência da Sanecap, companhia responsável pelos serviços de água e esgoto da Capital. Ela já apresentou pedido de exoneração, conforme o RDNews antecipou, mas Wilson tenta demovê-la da ideia. Apesar de enfrentar problemas no trato “político”, Eliana é tida como uma técnica competente e sua saída deve trazer mais dificuldades à administração na busca por melhorias no setor. Além disso, a Sanecap passa por um período de transformação. Vai virar uma Sociedade Anônima.

   O prefeito contrapõe as afirmações dos vereadores sobre aprovação das mensagens que autorizam a mudança do estatuto na companhia e que permitem a Sanecap ser uma S/A. Na prática, a empresa pode colocar até suas ações à venda na Bolsa de Valores. Hoje 99,01% das ações pertencem a prefeitura. “O projeto já foi votado sim. Agora vamos poder modernizar a Sanecap e a deixá-la mais leve”, argumenta o prefeito cuiabano.

   Com aprovação dos projetos, o estatuto da Sanecap ganha um novo escopo. A companhia fica autorizada a expandir os seus empreendimentos, firmando parcerias com outros municípios e até com autonomia para gerir serviço de saneamento de outras cidades. “Já temos feito diversos socorros em Cáceres, Alto Garças existem pedidos de Várzea Grande e Chapada dos Guimarães. Agora teremos apenas autorização legal, mas segurança jurídica”, justifica Wilson Santos.

   A companhia também fica autorizada a adquirir empréstimos, fazer desapropriação de terrenos, receber doações e a firmar convênios com os setores público e privado. Entre as empresas cogitadas para estas parcerias está a Sabesp, de São Paulo. “Vamos firmar convênios com a Sabesp e com empresas estatais. Queremos ter parceiros capitalizados”. O prefeito justifica, por exemplo, que com a execução das obras do PAC a cidade terá cerca de 70% de rede de esgoto. Entende que, por isso, é necessário que haja mais investimentos. Hoje a Sanecap acumula uma dívida com o governo de R$ 83 milhões, adquiridos com a transformação da Sanemat em Sanecap. Existem ainda débitos de R$ 30 milhões com o PIS/Confins e R$ 72 milhões em contas de energia atrasadas. Segundo o prefeito, com a expansão dos serviços será mais fácil equacionar as dívidas". (Patrícia Sanches)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/