Quarta-Feira, 03 de Março de 2010, 22h32
INVESTIGAÇÃO
Deputados criam CPI da Unemat


Percival Muniz (PPS), presidente da CPI da Unemat   A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que irá apurar o uso dos recursos repassados pelo Estado à Unemat foi instaurada nesta quarta (03). Presidida pelo autor do requerimento, deputado estadual Percival Muniz (PPS), a CPI também irá verificar as causas da condução desastrosa do concurso público estadual. Na reunião, além de empossar os membros que vão compor a comissão, foram definidas as estratégias de trabalho de cada deputado. O relator do processo é o deputado Airton Português (PP), que terá a ajuda do vice-presidente José Domingos Fraga (DEM) e dos membros titulares, Adalto de Freitas (PMDB), o Daltinho, e J. Barreto (PR). Os suplentes escolhidos foram Guilherme Maluf (PSDB), Mauro Savi (PR), Antônio Azambuja (PP), Dilceu Dal Bosco (DEM) e Antônio Brito (PMDB).

   Primeiramente, cada deputado irá visitar um determinado campus da Unemat para colher informações e formular metas de melhorias à instituição. A região Sul ficou sob responsabilidade do deputado J. Barreto, enquanto os deputados Percival e Daltinho irão visitar o Vale do Araguaia. A região Norte e Médio-Norte passará pelo crivo do democrata Zé Domingos e o campus de Cáceres ficará sob responsabilidade de Português. No próximo dia 18, às 9h, haverá a primeira reunião da CPI, com a presença do diretor administrativo e financeiro da Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual da Unemat (Faesp), Wilbum de Andrade Cardoso. Ele foi convocado para prestar esclarecimentos sobre o trabalho desempenhado pela universidade e os repasses fincaneiros para a instituição.

   Percival já encaminhou quatro requerimentos em que solicita o número de pessoas inscritas em concursos públicos e quanto foi arrecadado pela Unemat de 2001 a 2010, além da cópia de todos os contratos licitatórios e das despesas dos certames do mesmo período. O presidente da CPI também solicitou à Sefaz os contratos de licitações para os concursos da Unemat e os custos. Como presidente da Comissão de Educação, Esporte e Lazer, o deputado Alexandre César ingressou na comissão para dar sugestões e propostas. De início, ele já fez dois requerimentos contra a Faesp. Alexandre solicita que a CPI investigue a Fundação, considerada por ele uma "verdadeira caixa preta" e exige a lista de todos os repasses fincanceiros feitos para a Faesp.

   Enquanto Percival e Português afirmam que a Comissão irá "trabalhar com transparência" e buscando " justificativas que favoreçam os estudantes e o ensino público", o deputado Zé Domingos preferiu ressaltar os trabalhos que a AL está desenvolvendo em prol da instituição que, para ele, "atravessa um dos piores momentos de sua história". Para J. Barreto, a crise é resultado de erros administrativos. Por fim, ficou definido que os membros da CPI irão se reunir todas as quintas, das 9h às 12h, na sala de reuniões "Luis Carlos Campos".


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/