Sábado, 16 de Junho de 2007, 11h15
QUEBRA-QUEBRA
Marinho defende prisão de líder por vandalismo


    O vereador por Cuiabá, Luiz Marinho (DEM), inocentou o grupo de estudantes que promoveram quebra-quebra na Câmara, na quinta (14), mas, por outro lado, condenou o líder do movimento Gibran Laschowski. “Quem está por trás disso é um adulto e, está muito fácil descobrir quem é esse mau líder”, comentou o parlamentar, ao defender a prisão dos responsáveis pelo ato de vandalismo, que provocou o encerramento da sessão ordinária.

       Apesar dos estudantes terem comparecido à Câmara sob a liderança de Gibran, pré-candidato a vereador pelo PT, Marinho preferiu não fazer referência ao nome do líder. "Tenho certeza de que eles (estudantes) foram impulsionados por um adulto”. Os manifestantes destruíram fotografias dos vereadores, soltaram bomba e riscaram alguns veículos estacionados no entorno do prédio da Câmara. Eles protestaram contra a decisão dos vereadores de rejeitar a proposta pela redução da tarifa do transporte coletivo.

     A atuação da Polícia Militar e dos servidores da Câmara também foi criticada. “Eles não fizeram nada para impedir a depredação, quando têm o dever de controlar tudo”, destacou Marinho, ex-presidente do legislativo cuiabano. Com quatro mandatos, o vereador afirma nunca ter presenciado algo parecido. “Vi uma injustiça! A maioria dos estudantes é criança ainda. Reconheci garotos de 12 anos quebrando os quadros com fotos dos vereadores".

    Perguntado sobre como se sentiu ao ver a cena em que sua fotografia, afixada na galeria dos vereadores, estava sendo rasgada, Luiz Marinho comentou: "eu só posso lamentar um episódio desse".


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/