Sábado, 01 de Janeiro de 2011, 09h00
SORRISO
Bedin desconversa sobre a distribuição do ICMS em MT
Com chance de perder verba, Bedin desconversa sobre divisão do ICMS


Chicão Bedin    O prefeito de Sorriso Chicão Bedin (PMDB) afirma que é muito cedo para se posicionar sobre as discussões relativas à implementação do Índice de Desenvolvimento Social Municipal (IDS-M) para o cálculo relativo à distribuição do bolo do ICMS no Estado. O levantamento foi feito pela Assembleia e segue um modelo diferente do IDH, que hoje é utilizado para nortear essa divisão.

   Assim, a tendência é que municípios como Sorriso percam recursos. “Prefiro não emitir opinião, vou acompanhar as discussões”, ponderou o peemedebista. Conforme ele, neste ano a cidade recebe cerca de R$ 1 mihão por mês de ICMS. Além de Sorriso, devem perder recursos com o novo modelo Primavera do Leste, Rondonópolis e Lucas do Rio Verde.

   Ocorre que elas aparecem no topo da lista do levantamento, que levou em consideração os índices de saúde, educação, renda e ecologia e, por isso, deixariam de receber uma parte do dinheiro que seria destinada às cidades mais pobres. A implementação do IDS ainda começa a ser debatida junto à Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

   Enquanto os debates sobre uma nova divisão dos impostos começa, Bedin comemora o fato de ter encerrado 2010 com as contas no azul, respeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal. Ele pondera, entretanto, que a corrida eleitoral prejudicou a liberação de recursos provenientes de convênios assinados com o governo federal. “Com isso o ritmo das obras diminuiu, mas elas continuam”, diz o prefeito, que é do mesmo partido do governador Silval Barbosa.

   De todo modo, Chicão afirma que conseguiu pagar a folha e o 13º antes do Natal. “A ideia era fortalecer o comércio neste período”, pondera. O município, que possui cerca de 66 mil habitantes, teve um orçamento de R$ 116 milhões em 2010. Já para 2011 estão previstos R$ 130 milhões. Entre prestadores de serviço e servidores, a prefeitura possui 2,5 mil funcionários, sendo que a folha é de R$ 4,5 milhões.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/