Segunda-Feira, 09 de Julho de 2007, 21h50
ESTRUTURA
MT é o 4º Estado que mais emprega DAS no país


    Mato Grosso está na quarta posição em número de funcionários que ocupam cargos de confiança na administração estadual, ou seja, que não precisam prestar concurso e podem ser usados em negociações políticas. Dos 97.978 funcionários públicos estaduais ativos, pelo menos 10% ocupam cargos em comissão. São quase 10 mil servidores. O Estado só perde para Tocantins, Amapá e Goiás, respectivamente. Nos demais Estados esse porcentual não chega a 1%.

    Em Tocantins, dos 45.129 funcionários públicos estaduais, 26,5% ocupam cargos comissionados. Esse elevado número de contratações sem concurso público virou caso de Justiça. No ano passado, o governo de Marcelo Miranda (PMDB) recebeu processos judiciais que questionaram a legalidade das nomeações. São 12 mil ao todo, apenas na administração direta - sem levar em conta quadros de fundações e autarquias. No Amapá, do governador Waldez Góes (PDT), a administração tem 16.960 funcionários ativos, 22% ocupam cargos comissionados (o equivalente a 3.733).

     O levantamento foi realizado nas 27 unidades da Federação. As funções comissionadas no serviço público são ocupadas por apadrinhados políticos, indicações que atendem a interesses políticos e regionais e, muitas vezes descartam a qualidade profissional, assim prejudicando o serviço público. É comum o gerente de um órgão ter como subordinados funcionários indicados por lideranças políticas distintas e, que por isso não mantêm vínculo de confiança. os critérios técnicos para contratação são ignorados.

    Países desenvolvidos reduzem cada vez mais esse tipo de cargo. No Reino Unido, são pouco mais de 700 e nos Estados Unidos 4.500. Comparando-os ao Brasil, a diferença é absurda. Os governos estaduais mantêm empregados pelo menos 127.756 servidores, só na administração direta, segundo o levantamento. (Com Agência Estado)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/