Quarta-Feira, 01 de Agosto de 2007, 14h40
ARTICULAÇÃO
Congresso é anulado; PT fica sem delegados


  O chamado Campo Majoritário, liderado pelos deputados estaduais Alexandre Cesar e Ságuas Moraes e pelo federal Carlos Abicalil, venceu o embate interno. Eles recorreram à Comissão Executiva Nacional (CEN) do PT e conseguiram impugnar a etapa municipal de Cuiabá do III Congresso Nacional da legenda petista. Por conta disso, a Capital mato-grossense não terá delegados do partido participando da etapa estadual do Congresso, que acontece este mês. Consequentemente também não terá representantes no evento nacional, a ser realizado entre os dias 31 de agosto e 02 de setembro, em São Paulo. Não cabem recursos.

   A CEN deu provimento ao recurso impetrado pelo corrente Construindo um Novo Brasil. O grupo de petistas entendeu que não houve quórum para a eleição dos 13 delegados que representariam a Capital no encontro estadual. A decisão impõe derrota ao grupo que tem como integrantes dos presidentes regional e municipal, respectivamente, Serys Marly e Jairo Rocha.

    No parecer, a CEN reconhece que o credenciamento dos filiados para a eleição dos delegados foi feito fora do horário previsto pelo regulamento do Congresso, fato confirmado inclusive pelo Diretório Municipal do PT em Cuiabá, quando, durante a defesa, reconheceu ter feito acordo para prorrogação do período de credenciamento.  

    A etapa municipal do Congresso foi realizada na última data possível pelo regulamento, dias 07 e 08 de julho, mas o diretório municipal não conseguiu mobilizar o número mínimo de 520 filiados  - de um total de 3.464 (15%) - para o credenciamento. O horário de encerramento das inscrições previsto pelo regulamento é às 15 horas. O encontro ocorreu no auditório da Faculdade de Agronomia da UFMT.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/