Domingo, 05 de Agosto de 2007, 08h17
ARTICULAÇÃO
Serys volta a enfrentar briga interna com Abicalil


     O PT tenta se restabelecer após sucessivos escândalos envolvendo vários de seus líderes em âmbitos regional e nacional. De um lado, o grupo da senadora Serys Marly, que teve o nome envolvido com a máfia dos sanguessugas e depois conseguiu se livrar do processo de cassação, se articula para continuar no comando da legenda. De outro, os deputados Carlos Abicalil e Alexandre Cesar, da mesma corrente de Zé Dirceu e que também foram citados em outros escândalos, enfrentam o debate interno para reassumir a direção partidária.

    As correntes não se entendem, travam e postergam debates, se envolvem em conspirações e estão sem opções de candidaturas consistentes rumo as eleições municipais de 2008. Para a disputa em Cuiabá, por exemplo, Serys e Abicalil admitem uma eventual candidatura, mas sem o mínimo de entusiasmo, tanto que o partido tenta cooptar lideranças "de fora", como é o caso do Alencar Farina (PR). A senadora e o deputado federal, que "brigaram" antes pela direção regional, voltam a se enfrentar. da Corrente Unidade na Lula (ex-Campo Majoritário), Abicalil estaria disposto, inclusive, a apoiar o deputado Ademir Brunetto, candidato a presidência do partido, tudo para evitar que a corrente de Serys venham a manter o controle regional da sigla petista. 

    Os filiados mato-grossenses finalizam neste domingo (05) a reunião estadual referente ao 3º Congresso Nacional, que será sediado em São Paulo de 31 de agosto e 02 de setembro. São dessas etapas que ocorrem concomitantemente nos Estados que saem propostas e definição de delegados para as eleições nos diretórios em todos as esferas.

     Em Mato Grosso, Serys e Abicalil, cada um com o seu grupo, tentam se fortalecer. Está em jogo não apenas o pleito do próximo ano, mas o de 2010. A senadora sonha com o projeto à reeleição. Abicalil é tido pelos aliados também como virtual candidato ao Senado. Como na vida pública, os líderes montam planos e estratégias com bastante antecedência, tanto Serys quanto Abicalil se esforçam para fortalecer suas bases nas eleições municipais para, daqui a três anos, entrarem numa nova disputa majoritária.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/