Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2007, 10h30
CUIABÁ
Câmara precisa economizar para fechar o caixa


    A Câmara Municipal de Cuiabá, que recebe R$ 1,6 milhão de duodécimo mensalmente, precisará de ao menos de mais R$ 1,7 milhão para conseguir manter as despesas do ano, se continuar com a média de gastos contabilizados até agora. Somente em julho, o legislativo cuiabano consumiu R$ 1,5 milhão. O repasse é feito todo dia 20, restando 10 dias para fechar o exercício mensal.

    No mês passado, a Câmara gastou R$ 126,8 mil com material de consumo, equipamentos e com despesas de locomoção. O item com maior despesa foi material de consumo: R$ 121 mil. Ao todo, são 13 itens de despesas que passam a ser discriminados no balancete e disponível no site da Câmara.

    De um orçamento anual de R$ 19,2 milhões, a Câmara, presidida pelo vereador Lutero Ponce (PP), já gastou R$ 13 milhões. Com isso, precisa reduzir custos, pois, a continuar nesse ritmo, precisaria de R$ 1,7 milhão a mais, já que o saldo restante é de R$ 6,1 milhões. 

    A maior despesa é com salários dos servidores. No mês de julho foram pagos R$ 816,7 mil para os 460 funcionários, com vencimentos que variam de R$ 450 a R$ 2,2 mil. Outro custo que chama a atenção é com manutenção do Palácio Paschoal Moreira Cabral. Em um mês foram gastos R$ 447,3 mil com pequenas reformas e outros serviços que exigem mão-de-obra de terceiros. (Simone Alves - RDNews

    Clique aqui e conheça as despesas da Câmara no mês de julho.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/