Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2007, 19h00
EXECUTIVO
Com redução de ICMS, linhas aéreas aumentam


    As companhias aéreas que atendem ao Estado comprarão combustíveis com ICMS 50% mais barato. A redução de 25% para 12,5% nas operações internas com gasolina e querosene foi autorizada no último dia 13 pelo Conselho Deliberativo dos Programas de Desenvolvimento de Mato Grosso (Condeprodemat). A previsão é de que o benefício passe a vigorar no próximo mês.

    A expectativa é grande em torno desse incentivo que vai gerar mais emprego no setor aéreo. Estima-se que as companhias que atendem mais de dois municípios no Estado aumentem o número de vôos. A empresa Cruizer Linhas Aéreas que opera em nove cidades já visa aumentar para 14. Mas, os municípios terão que agilizar recursos para deixar pistas de pousos e decolagens de aviões prontas para o desenvolvimento esperado.

    Para o secretário estadual de Desenvolvimento do Turismo, Pedro Nadaf, a redução não significa perda de receita porque o Estado será mais bem atendido. “O aumento no número de vôos será mais um incremento na arrecadação do Estado, além de criar empregos e atender o interior”, disse o secretário. Depois de receber a notícia sobre a redução na alíquota de ICMS, a empresa Trip Linhas Aéreas confirmou que irá montar um galpão de manutenção de aeronaves no aeroporto internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande. As empresas aéreas consideram que essa tarifa é uma das menores do país.

    Negociações

     Para fazer jus à característica de ser um aeroporto internacional, o Marechal Rondon também já negocia operações de vôos para o exterior. Nadaf informou que isso irá ocorrer em breve. A redução da alíquota também vai facilitar nas negociações para levar vôos a Barra do Garças (a 505 km de Cuiabá). O secretário Pedro Nadaf disse que ainda é cedo para falar nisso, já que as negociações estão na fase inicial. (Simone Alves - RDNews)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/