Domingo, 09 de Setembro de 2007, 20h21
CUIABÁ
Só 2 secretários de Santos não são substituídos


   Em dois anos e oito meses à frente do Palácio Alencastro, o prefeito Wilson Santos (PSDB) mudou e/ou remanejou 11 dos 14 secretários. As maiores alterações ocorreram na Saúde, com cinco nomeações, e no Planejamento, Orçamento e Gestão, com três. O tucano tem ainda 15 meses de gestão. Ele admite que seu governo patina e acabou provocando polêmica quando, em duas ocasiões na última quinta, criticou publicamente o secretariado. Além do PSDB, conta com cargos no staff o PTB, DEM (ex-PFL), PMDB e alguns partidos nanicos.

   Na Saúde, Santos começou com o médico Aray Carlos da Fonseca (PTB). Depois o substituiu por Eugênia de Carvalho, em seguida por Elias Nogueira, Olete Ventura e, por último, pelo deputado licenciado Guilherme Maluf. No Planejamento, o primeiro foi Nuremberg Borja de Brito, substituído por Reginaldo Amorim e, este, por Guilherme Muller.

   José Carlos Carvalho de Souza, o Zé do Nordeste, entrou no lugar de José Bussiki na pasta de Finanças. A secretaria de Governo hoje está sob Andelson Gil do Amaral, após passar por Ronaldo Taveira e pelo vereador Dilemário Alencar. Com remanejamento de Andelson, a Infra-Estrutura passou para o comando de Euclides Santos, ex-prefeito de Poconé. A Assistência Social e Desenvolvimento Humano é conduzida pela ex-deputada Celcita Pinheiro. Antes, o secretário era o vereador Edivá Alves. No Meio Ambiente, saiu o vereador Levi de Andrade e entrou outro: Éden Capistrano. O Trânsito e Transporte Urbano também registra mudança. O prefeito começou com Emanuel Pinheiro e hoje tem no cargo o empresário Oscar Soares.

   Dos 14 secretários, somente dois sobrevivem no mesmo posto: Mário Olímpio (Cultura) e o petebista João Vieira (Trabalho, Desenvolvimento Econômico e Turismo). A Comunicação, que antes era um departamento, ganhou estrutura de pasta e está sob o jornalista Pedro Pinto. A Defesa e Cidadania, então conduzida pelo pedetista Ricardo Siqueira, se fundiu com Esportes e Lazer.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/