Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2007, 15h31
ARTICULAÇÃO
Nova denúncia vai envolver deputado e vereador


  Após divulgar na rede um vídeo com imagens de cabos eleitorais pressionando coordenadores da campanha do petista Alexandre Cesar para receber pagamento - clique aqui e veja o flagrante na Cohab São Gonçalo-, um outro dossiê está sendo preparado para ganhar o mundo, a partir da próxima semana.

  Desta vez, mostrará uma lista e comprovante de pagamento a mais de 200 pessoas da região do bairro Poção. Elas trabalharam para a campanha a prefeito de Alexandre, que foi derrotado no segundo turno pelo tucano Wilson Santos, e também para Domingos Sávio, eleito vereador pela legenda petista. Hoje Sávio está no PMDB, do qual é presidente do diretório municipal. Ex-presidente estadual do PT, Alexandre ocupa a cadeira de deputado estadual, em substituição a Ságuas Moraes, secretário de Estado de Educação.

   Os cabos eleitorais foram contratados ainda no primeiro turno. Fizeram propaganda numa campanha casada de Alexandre com Sávio. Resta saber se o pagamento desses cabos eleitorais consta da lista de prestação de contas da campanha dos petistas junto ao Tribunal Regional Eleitoral ou se faz parte de um suposto caixa 2.

   Efeito eleições

   A crise interna volta a eclodir no PT, inclusive com denúncias e dossiês, por causa das acirradas disputas pelas presidências municipais e estadual do partido. As várias correntes e tendências estão divididas. As eleições diretas ocorrem em 2 de dezembro. Três disputam o comando da executiva estadual: o deputado federal Carlos Abicalil, que tem apoio dos deputados estaduais Alexandre Cesar e Ságuas Moraes, a senadora Serys Marly, atual dirigente estadual, e o professor Domingos Sávio.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/