Terça-Feira, 18 de Dezembro de 2007, 15h54
ARTICULAÇÃO
"Papa Corrupto" agora vira adjunto da SMTU


Hélio Silva, "Papa Corrupto" agora será adjunto da SMTU  Derrotado a deputado federal pelo PPS, Hélio integrará o 2º escalão do prefeito Santos

   Ele é tão rebelde e intransigente em suas posições que a cúpula do PPS o chama de "Hélio Doido". No fundo, não tem nada de doido. Sempre está presente nas manifestações populares e quase sempre "rouba" a cena. O sociólogo Hélio Silva agora deixará a condição de estilingue para virar vidraça. A partir de 2 de janeiro ele será o novo secretário-adjunto de Trânsito e Transporte Urbanos da Capital. Vai atuar junto com o novo titular da SMTU, ex-sindicalita Elismar Bezerra.

   A dupla passa a cuidar do trânsito de Cuiabá. Em Várzea Grande, onde ainda é secretário de Educação, Elismar Bezerra deixa a gestão Murilo Domingos sob desgaste político. Ele enfrentou brigas com os profissionais da educação e foi até "condecorado" com Moção de Repúdio.

   Hélio Silva sempre atuou na oposição. Anda "armado" politicamente para o ataque, até mesmo a velhos companheiros do PPS. Não admite desvio de conduta e diz primar pela probidade administrativa. No ano passado, ele concorreu à cadeira de deputado federal, com o slogan de "Papa Corrupto". Improvisou uma grade sobre a corroceria do seu veículo Pampa e, dentro, bonecos simbolizando políticos corruptos e símbolos que lembram os escândalos do "caixa 2 do PT", "mensalão" e "sanguessuga".

   Em sua campanha para deputado, percorreu algumas regiões com seu "Papa Corrupto". Em Cáceres, quase foi detido. Hélio protestava contra acusados de envolvimento no mensalão. Seu alvo era o deputado Pedro Henry, que mora no município. Em Jaciara seu carro foi apreendido e saiu expulso da cidade.

    Em sinal de repúdio à corrupção na política, Hélio Silva chegou a fixar quatro bonecos em postes nos trechos que fizeram parte do itinerário da 23ª Corrida de Reis no ano passado. Os bonecos com corda no pescoço, simbolizavam enforcamento e foram identificados, à época, como "doutor sanguessuga" e "doutor mensalão".

   Agora, Hélio Silva está "amarrado" à administração Wilson Santos. Virou aliado de carteirinha do tucano. Não pode falhar, sob pena de ser apedrejado. Vai experimentar na prática como é ficar do outro lado. Resta saber se a vidraça será resistente.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/