Quinta-Feira, 10 de Janeiro de 2008, 16h45
CUIABÁ
Altevir diz que só disputa a prefeito para ganhar


Altevir Magalhães, pré-candidato do PDT Dono do Supermercado Modelo se empolga com a pré-candidatura lançada pelo PDT, mas avisa que não é bobo para rasgar dinheiro e elogia a gestão Santos

  O empresário Altevir Magalhães, dono da rede de Supermercados Modelo, se diz surpreso com a recente decisão do seu PDT em lançá-lo pré-candidato a prefeito de Cuiabá. Ele se mostra empolgado com a possibilidade de concorrer ao primeiro cargo eletivo nas urnas de 5 de outubro deste ano. "Fico feliz pelo reconhecimento, mas quero frisar que não sou político, e sim realista", disse, em entrevista ao RDNews, minutos antes de embarcar de férias para os Estados Unidos. O empresário defende que, antes da definição oficial deva haver uma pesquisa de intenções de voto para saber se realmente possui condições de se eleger. "Sou empresário e não sou de rasgar dinheiro, então só entro (eleição) se tiver condição de ganhar".

   Altevir Magalhães adianta que, caso decida firmar pré-candidatura sob determinação partidária, não vai trabalhar com base nos erros dos seus adversários. Quer uma candidatura sem fazer comparações. Antes disso, explica que quando voltar de viagem dos EUA no próximo dia 22, vai começar a pensar melhor no projeto político. Segundo ele, sua família é contra ingressar na política partidária. "Minha esposa está sem conversar comigo desde ontem", brinca. Diz ainda que seus irmãos e sócios na empresa também não querem "tocar o negócio sozinhos".

  Como administrador, avalia que hoje a população espera que os governantes sejam mais eficientes. "Acredito que o povo queira mais um administrador do que um político". O empresário possui um quadro de mais de 3 mil funcionários. Em contrapartida diz que supõe que não conta com a popularidade necessária para enfrentar uma briga dessa grandeza.  "Sinceramente, acho que não há muito espaço para minha candidatura hoje, mas antes preciso saber realmente qual a minha importância na sociedade cuiabana, antes de qualquer coisa", enfatiza. 

   O pedetista comenta ainda que precisa "digerir" o convite que partiu do presidente regional da sigla, deputado e empresário Otaviano Pivetta. "Devo muito à Mato Grosso e no caso a Cuiabá. Então, não descarto essa hipótese (candidatura)", disse, ao argumentar que a disputa será acirrada, portanto, precisa pisar em "terra firme".

   Apesar do prefeito Wilson Santos (PSDB) ser um de seus maiores concorrentes em 5 de outubro deste ano, o pedetista confessa que é eleitor do tucano. "Acredito que ele (Santos) está fazendo uma boa gestão e trabalhando bastante". (Pollyana Araújo)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/