Quinta-Feira, 17 de Janeiro de 2008, 08h35
CONFRONTO
Pagot tenta impedir ações de Fagundes no Dnit


  O "rei" do Dnit, Luiz Antonio Pagot, fechou as portas da autarquia em Brasília para o colega de partido, deputado Wellington Fagundes. Antes, quando o Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes está sob o antecessor Mauro Barbosa da Silva, o parlamentar mato-grossense tinha trânsito livre. Pagot ainda não "engoliu" o que classificou de conspiração de Fagundes por este, segundo rumores de bastidores na época, ter trabalhado contra a sua indicação para a direção-geral do Dnit. Foram mais de seis meses de espera até ter o nome aprovado em plenário pelo Senado.

   Mesmo com vetos de Pagot, Fagundes atua com ajuda de duas "pernas". Uma está dentro do Dnit. É representada pelo diretor de Infra-Estrutura Rodoviária, Hideraldo Luiz Caron. A outra está na 11ª Unit em Mato Grosso. Trata-se do superintendente regional Rui Barbosa Egual. Assim, Fagundes consegue "correr" por fora para não perder força em suas ações na área de transporte. Com Hideraldo e Rui Barbosa, o deputado viabilizaa pequenas obras, como construção de passagens urbanas.

   O foco de conflito é tanto que Pagot já estaria disposto a exonerar Rui Barbosa, que comanda a Unit em MT . Assim, "quebraria" uma das duas pernas de Fagundes dentro da autarquia. Mesmo sendo do mesmo Estado e do mesmo partido, o PR, Pagot e Fagundes mantêm uma relação institucional e política um tanto traumática. Eram adversários no passado, se juntaram agora no novo partido. O Dnit no caminho e os interesses para as eleições majoritárias de 2010 começam a separá-los, de novo.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/