Sexta-Feira, 08 de Fevereiro de 2008, 09h54
LEGISLATIVO
Lutero prega transparência e buscará a reeleição


   Mesmo bombardeado de críticas, o presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Lutero Ponce (PMDB), adianta que buscará a reeleição em outubro deste ano. "Tenho um projeto político e temos um nome forte em Cuiabá". Lutero avalia que nenhum político entra na vida pública para ficar apenas quatro anos. Ele está em seu primeiro mandato. Foi eleito nas urnas de 2004, com 3.540 votos. Depois, saiu do PP e foi para o PMDB, pelo qual buscará novo mandato. Sonha, inclusive, com a candidatura de deputado estadual, a exemplo do que já ocorreu com outros ex-presidentes do legislativo cuiabano, como João Malheiros e Chica Nunes.

   Para o parlamentar, essa vitória à reeleição neste ano seria importante. Tenta explicar o porquê. Lutero admite que corre risco de ser cassado e, como agora está no PMDB, sua vitória para um novo mandato será a chamada volta por cima. O progressista se filiou ao PMDB após 27 de março, data a partir da qual passou a valer a regra pró-fidelidade.

   Lutero afirma que antes de planejar o projeto político precisa terminar o seu trabalho à frente do legislativo cuiabano. "Até abril quero continuar dando transparência necessária à população enquanto presidente da Casa", declara. Essa promessa de transparência pode ser uma tentativa de melhorar sua imagem junto ao eleitorado, já que no ano passado foi condenado a ressarcir R$ 1,9 milhão ao erário por "rombo" deixado na Câmara na gestão Chica Nunes, da qual foi primeiro-secretário.

   Além desse montante que está sendo devolvido ao Executivo, Lutero teve de pagar uma multa de R$ 13,9 mil por atos ilícitos contra o erário. Ainda assim acredita que conseguirá se reeleger pela segunda vez. "Ninguém é candidato sem acreditar na vitória". (Pollyana Araújo)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/