Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2008, 12h05
VALE A PENA RECORDAR
Jonas fez discurso conciliador em prol de SÚrgio


  Jonas Pinheiro era um político que não entrava em bola dividida, como se diz na gíria do futebol. Não fazia acusações contra adversários e atuava mais como bombeiro para apagar incêndios em meio a conflitos entre grupos políticos. Assim, ele conseguiu, por exemplo, reaproximar o senador Jaime Campos, um dos caciques do DEM (ex-PFL) do governador Blairo Maggi (PR). Os seus discursos também sempre foram no sentido de enaltecer esse ou aquele aliado e nunca de disparar metralhadora verbal contra opositores, como costuma fazer a maioria dos políticos, principalmente em época de campanha eleitoral.

   Em 2004, por exemplo, Jonas foi cabo eleitoral de Sérgio Ricardo à Prefeitura de Cuiabá, mesmo este tendo abandonado o velho PFL, do qual Jonas fazia parte. Em discurso, preferiu não exaltar o nome de Sérgio, mas não deixou de ligá-lo a uma eventual parceria com o governador Maggi, o que, na interpretação de Jonas, seria o mecanismo ideal para que o governador liberasse mais recursos ao município. "Vamos aproveitar essa oportunidade e fazer com que o governo do Estado continue dando apoio para nossa Capital. Esta oportunidade não pode ser desperdiçada", enfatizou Jonas.

    Por coincidência, naquele palanque de Sérgio e junto com Jonas estava o então candidato a vice-prefeito, ex-vereador Barão Viegas, que também veio a falecer dois anos depois. Agora, dois anos depois, morre Jonas. (Pollyana Araújo)

     Confira abaixo o discurso pró-Sérgio de Jonas, em 2004.


Fonte: RDNEWS - Portal de notÝcias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/