Terça-Feira, 25 de Março de 2008, 15h35
LEGISLATIVO
CPI vai acabar em pizza por falta de integrantes


  Por falta de componentes, a CPI dos Lotes proposta pelo vereador Júlio Pinheiro (PTB) está a um passo de acabar em "pizza". De acordo com o presidente da Câmara da Capital, vereador Lutero Ponce (PMDB), se até o final desta semana, os  vereadores não tomarem nenhuma posição, a comissão será extinta. Ocorre que o prazo de 120 para a conclusão dos trabalhos já expirou. O pior é que, depois de tanto barulho feito, principalmente por Júlio Pinheiro, a tal comissão nem saiu do papel.

  "O Júlio que propõs a CPI se licenciou e o Clovito que era o presidente saiu da Câmara", explica Lutero, numa referência a Clovis Hugueney (PTB), o Clovito, que se afasta da Câmara no próximo mês para ceder espaço ao suplente Edmilson Prates (PP).

   Segundo o peemedebista, o Regimento Interno não permite que ele (Lutero) próprio "arranje" outros componentes para a CPI. Desse modo, cabe aos vereadores a missão de nomear um novo presidente. "Não estou sentindo vontade neles em levar a CPI adiante". Lutero afirma que é favorável à abertura desta comissão, para que haja a regularização das documentações de vários lotes na Capital. "Boa parte dos bairros não possuem documentação legal".

   Lutero lembra que a vereadora Enelinda Scala (PT) criticou o encerramento da CPI, mas não quis assumí-la. "Falei para Enelinda assumir a CPI, mas ela (Enelinda) desconversou". Caso seja reiniciada, a comissão deve ter mais 120 dias para  apurar denúncias sobre terras públicas e lotes calcionados, situações consideradas ilegais.

   Na bronca

   Por sua vez, o licenciado Júlio Pinheiro, que, à paisana, foi à Câmara nesta terça, disse que se for necessário logo que retornar da licença vai abrir outra CPI. Hoje, sua cadeira é ocupada por Carlos Haddad. "Semana que vem vou fazer uma cirurgia e depois vou requerer essa CPI de novo. Se for o caso, toco essa CPI sozinho", disse o ex-diretor da Agência de Habitação da Capital e responsável por fazer o alarde acerca das supostas irregularidades. (Pollyana Araújo)


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/