Sexta-Feira, 18 de Abril de 2008, 20h28
CHAPADA DOS GUIMARĂES
Pagot ignora Gilberto e PR pode apoiar Abacaxi


   Luiz Antonio Pagot (PR), que decidiu mergulhar nas articulações políticas no pleito deste ano para reforçar seu projeto ao governo do Estado em 2010, chamou para uma conversa o produtor rural Ricardo Abacaxi, pré-candidato do PPS a prefeito de Chapada dos Guimarães. A estratégia é tê-lo como espécie de candidato reserva, já que o prefeito Gilberto de Mello, do mesmo partido de Pagot, enfenta desgaste popular, o que pode vir a dificultar sua reeleição. Um café da manhã entre Pagot e Abacaxi foi marcado para este final de semana.

   Apesar de alguns membros da cúpula do PR sinalizarem para um outro nome, como é o caso de Pagot, Gilberto não abre mão do projeto de recandidatura. O prefeito tem dito aos aliados que sua reeleição é viável. Busca apoio de outras legendas. Gilberto já abriu diálogo com o petista Ladebrair Xavier de Oliveira, que concorreu, sem êxito, a prefeito em 2004. Quer cooptar os petistas.

   Já a oposição vem se reforçando. Formou até um conselho com cinco partidos (PP, PT, PSDB, PPS e PMDB). Todos têm pré-candidatos. Pelo acordão, o nome com melhor visibilidade eleitoral, atestado por pesquisas de intenção de voto, vai ser o candidato à sucessão municipal. Hoje, o atual vice-prefeito Flávio Daltro (PP), que está rompido com o prefeito Gilberto, seria o nome com melhor posição. Está no páreo, entre outros do bloco de oposição, Elias Santos (PMDB), irmão do prefeito cuiabano Wilson Santos (PSDB). No último encontro dos opositores, prestigiaram o evento e sinalizaram para um possível arco de aliança das oposições os pré-candidatos Silvino Moreira (DEM) e o pedetista Juarez Pacheco, que disputa internamente a condição de "prefeiturável" com João Pedro.

   Críticas

   Perguntado nesta sexta se vai mesmo manter a pré-candidatura, Elias Santos afirmou que colocou o nome à disposição do PMDB e do grupo de oposição. "Essa frente de oposição está se fortalecendo cada vez mais. Agora, se um outro nome for escolhido, não vejo problema em recuar. O importante é manter o grupo unido". Elias aproveitou e cutucou o prefeito Gilberto de Mello, para quem é um mau gestor e será derrotado à reeleição. "A zona rural está abandonada. A cidade está um caos, infelizmente. Ele (Gilberto) é conhecido como bebê chorão porque fica atrás dos partidos em busca de apoio", ataca o pré-candidato peemedebista. Segundo Elias, há locais na zona rural que o ano letivo sequer começou ainda por problemas de transporte escolar. Cita que na comunidade Água Fria, por exemplo, o ônibus que transporta os alunos só funcionou um dia. "Seis ônibus da prefeitura estão quebrados, uma decepção", critica.

(19/04 - às 12h05) - Caldart confirma Gilberto à reeleição

  O presidente do Cepromat, Luiz Fernando Caldart,  membro da executiva do PR em Chapada dos Guimarães, garantiu neste sábado (19) que Gilberto de Mello (PR) é o candidato do partido na cidade. "Esta articulação política não existe. Gilberto é candidato à reeleição", afirma.

  Caldart  aproveitou o ensejo e rasgou elogios à administração de Mello e criticou a anterior. "Gilberto pegou uma prefeitura desgastada e resolveu o problema da água, implantou o Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) e ainda vem arrumando as estradas", destaca.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/