Quinta-Feira, 05 de Junho de 2008, 08h18
ARTICULAÇÃO
Portocarrero é "fritado"; Vera é cotada para vice



Grupos de Abicalil e Jairo se unem para "minar" candidatura própria e compor com PR, indicando vice da chapa

  A Articulação de Esquerda, conduzida por Jairo Rocha, resolveu se juntar nos bastidores à corrente majoritária Unidade na Luta, dos deputados Carlos Abicalil e Alexandre Cesar, para "minar" a candidatura própria do PT em Cuiabá. Agora, se movimenta para levar José Portocarrero à desistência e indicar um outro nome para vice de Mauro Mendes (PR). Uma das opções para composição de chapa que ganhou até apoio do bloco de Jairo é o da ex-deputada Vera Araújo. De adversária ferrenha do governo Blairo Maggi, Verinha se tornou aliada e hoje atua como secretária-adjunta da pasta da Educação.

  Jairo Rocha, ex-presidente do PT de Cuiabá e hoje secretário-geral da Executiva regional, convocou uma reunião de sua tendência para sábado, um dia antes do encontro dos delegados que decidirão o futuro da agremiação na Capital. O esforço nos bastidores é para tirar Portocarrero do páreo e "emplacar" outro nome para vice de Mendes. Portocarrero já reclamou da conspiração quando recebeu, em seu escritório, o grupo de Jairo.

   A Articulação de Esquerda demonstra inconformismo pelo fato de correntes minoritárias, capitaneadas pelos vereadores Lúdio Cabral e Enelinda Scala, saírem vitoriosas com a eleição de Portocarrero nas prévias. O grupo de Jairo quer, não só excluir Portocarrero da chapa majoritária, como apoiar na proporcional o médico Alencar Farina, um dos pré-candidatos a vereador.

(Às 20h) - Tudo pode acontecer no sábado, diz Jairo

   O secretário-geral do diretório PT-MT, Jairo Rocha, da Articulação de Esquerda, nega que tenha se reunido com José Portocarrero e proposto que este renuncie à pré-candidatura a prefeito. Segundo ele, quem esteve com o "prefeiturável" foi Vilson Aguiar, que comanda o partido na Capital. Ele nega conspiração. Observa que as informações de bastidores são de que Portocarrero estaria disposto a recuar para pleitear candidatura de vice do republicano Mauro Mendes. Com esse propósito, pondera Jairo, não tem como aceitar acordo porque seria estelionato eleitoral.

   Caso o partido abandone a tese do projeto próprio, a posição da Executiva municipal seria "zerar o jogo", ou seja, não garantir a Portocarrero o direito de ser vice da chapa de Mendes. "Acusaram muito o Alencar Farina de ter sido oportunista porque concorreu às prévias como recém-filiado. Pelo que estou vendo, oportunista tem nome e sobrenome e chama-se José Afonso Portocarrero", diz.

  Jairo Rocha afirma que no sábado militantes da Articulação de Esquerda se reúnem para deliberar como os 84 delegados do grupo vão se posicionar no encontro do dia seguinte. "Diante da confusão no cenário político e de posição dúbida, nós vamos para o encontro com posição fechada e não vamos brincar. Tudo é possível diante da trairagem. A única coisa que não vamos apoiar é aliança com o prefeito Wilson Santos", diz Jairo Rocha, que ficou tão irritado com a matéria que ilustra a capa do RDNews que cancelou o encontro que teria nesta quinta com Portocarrero.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/