Segunda-Feira, 09 de Junho de 2008, 06h19
ARTICULAÇÃO
Mendes e Santos montam as maiores estruturas



Coordenadores-gerais Silval Barbosa e Chico Galindo usam máquinas do Estado e da prefeitura para cooptar aliados

  O vice-governador Silval Barbosa (PMDB) e o deputado estadual Chico Galindo (PTB) vão conduzir as 2 campanhas com maiores estruturas financeiras nas eleições municipais em Cuiabá. Como coordenador-geral, o primeiro fará de tudo para eleger Mauro Mendes (PR) prefeito. Em nome do governo Blairo Maggi, Silval usa, nas articulações e estratégias, a máquina do Estado. Galindo também apostará todos as fichas para reconduzir Wilson Santos (PSDB) ao Palácio Alencastro e também recorre à máquina do município para fechar negociações políticas.

   Neste primeiro round, a briga é para atrair partidos ao palanque. Silval tem feito um verdadeiro "leilão" do seu PMDB e, em algumas situações, até contrapondo o cacique do partido, deputado Carlos Bezerra. Para atender ao pedido do governador, Silval bateu duro até conseguir tirar a legenda peemedebista de Santos e trazê-la para o PR. Agora tenta fazer o mesmo com o PDT.

   Galindo, por sua vez, foi decisivo para "amarrar" apoio de partidos como, por exemplo, o próprio PTB e o PRTB. Cada um a seu modo mas, no fundo, com as mesmas práticas, começa a fazer caixa para a campanha. Alguns admitem nos bastidores que a eleição para prefeito da Capital custará ao menos R$ 10 milhões. Publicamente, os coordenadores-gerais não admitem. Trabalham com "números modestos" e negam uso de caixa 2.

   Dos 7 pré-candidatos a prefeito colocados, Santos e Mendes já dispõem das maiores estruturas. Enquanto isso, Valtenir Pereira (PSB) busca "patrocínio" para bancar a campanha, assim como Walter Rabello (PP). Os demais que estão no páreo devem apenas marcar posição, como Arquidemes Pereira Lima (PV) e Mauro Cesar (Psol). Embora tivesse o nome aprovado nas prévias, a pré-candidatura do petista José Portocarrero se transformou numa incógnita. Corre-se o risco de não ser homologada, levando o PT a apoiar Mendes.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/