Terça-Feira, 15 de Julho de 2008, 17h57
ALTO PARAGUAI
Dentista tenta pela 2ª vez se eleger para prefeita


  O município de Alto Paraguai, localizado a 208 km de Cuiabá, tem cinco candidatos a prefeito, entre eles a dentista Diane Vieira de Vasconcellos Alves (PR). A carioca já disputou a Prefeitura, sem êxito, em 2004, agora conta com o apoio do vereador Ourides Piloneto, o Oridão (PP), para vice. Na disputa, Diane irá enfrentar outro dentista, o ex-prefeito Eduardo Gomes Silva (PRB), além de dois advogados, Adair José Alves Moreira (PMDB) e Emerson Almeida de Souza (PTB), o Meme, e também está na briga o comerciante Antônio José dos Santos, o Chico Doido.

  De todos estes candidatos o mais rico é o dentista Eduardo Gomes da coligação Frente Democrática, composta por PTN, PRP, PRB e PPS. Em sua renda ele declarou duas casas que totalizam R$ 140 mil, além de dois veículos que somam R$ 65 mil e o consultório avaliado em R$ 20 mil. Gomes acumula o montante de R$ 225 mil. Terá como vice o motorista de carga Armendes Soares dos Santos (PRB), com um patrimônio ainda maior: R$ 280 mil. Esta quantia é referente a sua casa, seus dois veículos, prancha de reboque e uma retro escavadeira de R$ 180 mil.

  Por outro lado, Chico Doido tem a menor renda. Está em seu nome apenas um veículo de R$ 9 mil, ano 1994. Já seu candidato a vice, João Batista de Souza Ferreira, serralheiro, tem um carro ainda de menor valor: R$ 7 mil.

  Já Diane informou ter somente uma sala comercial em Cuiabá de R$ 60 mil. Por outro lado seu vice chegou à quantia de R$ 220 mil, sendo que seu sítio de 48 hectares vale R$ 150 mil, mais 75 cabeças de gabo avaliadas em R$ 40 mil e uma casa no Capão Verde de R$ 30 mil.

  O advogado Adair José empata com Diane na renda. Só que possui um residencial em Cuiabá no mesmo valor da sala. Já sua vice, a psicóloga Tânia Regina de Siqueira (DEM) está bem melhor com bens que totalizam R$ 1,6 milhão. Dona de terras na região, acumula R$ 1,1 milhão referente a 658 hectares. Também tem um trator em seu nome, carro, rebanho de 550 cabeças e nove casas residenciais em Alto Paraguai.

  Emerson Almeida declarou à Justiça Eleitoral uma renda de R$ 53 mil com um apartamento no bairro Terra Nova de R$ 23 mil, um carro de R$ 10 mil e ainda uma conta no banco com R$ 20 mil. O vice soma R$ 232 mil, investidos em terrenos e áreas rurais, além de gado, caminhão e trator. (Alline Marques)

(16/7 - às 8h45) - Inelegível, ex-prefeito lança esposa

Ex-prefeito Umbelino Campos, de quem Alcenor era vice  Alcenor Alves de Sousa, que comandou a Prefeitura de Alto Paraguai por 2 anos, em substituição a Umbelino Campos, o Bilu, não pôde concorrer ao pleito porque está inelegível. Mesmo assim não quer perder o poder. Lançou a esposa Diane Alves na corrida sucessória deste ano. A odontóloga, por sua vez, já começa a sofrer críticas porque, segundo a oposição, nem estaria morando no município. Alcenor era vice de Bilu, que foi cassado após ter as contas rejeitadas pelo TCE e por supostos atos de improbidade. Alcenor assumiu a cadeira de prefeito.

    Ele também entrou na chamada "lista suja" devido a convênios julgados irregularidades pelo Tribunal de Contas da União. Não conseguiu comprovar a aplicação dos R$ 50 mil repassados ao município pelo Fundo de Desenvolvimento da Educação, em dezembro de 2001, com vistas à aquisição de veículo automotor de transporte coletivo.


Fonte: RDNEWS - Portal de notícias de MT
Visite o website: https://www.rdnews.com.br/