• Flavio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Sr. “Marcos Marcondes”, o advogado da Coligação Dante Martins de Oliveira, como todos sabem, é o Dr. José Antônio Rosa.
    Quanto aos cheques encontrados dia 25/10, e não dia 26/11, novamente o Sr. demonstra ser COMPLETAMENTE desinformado.
    Primeiro que o carro não era locado pela Seminfe, mas sim pela campanha do candidato a vereador Dito Labamba, os documentos comprobatórios foram entregues à PF.
    Quantos aos cheques em si, não existe nenhuma irregularidade. Tanto o é, que tanto no parecer do promotor Marcos Machado, quanto na decisão do juiz da 55ª Zona Eleitoral – Dr. Aristeu Batista Vilela, foi frisado que os cheques sequer poderiam ter sido apreendidos. Tratavam-se de cheques oficiais e nominais para pagamento de cabos eleitorais contratados pela coligação.
    O que houve naquela ocasião foi um “espetaculozinho” promovido pela Polícia do Governador. Contudo, não existiu qualquer ilícito, como já bem salientado pelo Ministério Público e pela Justiça Eleitoral.