• Germano Souza Cruz | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas.
    Queira, por gentileza, refazer o seu comentário.

  • Maurício Enrique | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Só para rir desses jornalistas de Cáceres... Um deles chegou a afirmar( tendenciosamente ) que essa investida jurídica dos advogados de Ricardo era algo com 100% de chances de vingar... éhhh Gonzaga tá feio de chute hein... ainda por cima fala que consultou um advogado para falar sobre o caso.. que advoga sem ética é esse hein ? comentando casos concretos pendentes na justiça em meios de comunicação...
    É por isso que leio os jornais de Cuiabá, porque em relação a Cáceres eles são imparciais...

  • Maria Claudia Maranhão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Percebe-se claramente a perseguição travada pelo TRE ao Prefeito eleito Ricardo Henry. Infelizmente se continuar essa linha de perseguição pelo TSE para Caceres será um verdadeiro atrazo para a nossa querida Céceres, pois o Ricardo Henry demonstrou ser um excelente administrador, é só analisar como era a cidade antes de sua gestão e após...que se tira a conclusão. Quem ama a nossa Cáceres, vamos torcer e rezar para que ele continue na prefeitura.

  • messias di caprio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    tenho acompanhado atentamente este caso de cárceres e tenho a seguinte opinião: em que pese que o prefeito cassado seja do meu partido, eu não compactuo com esta atitude sódida do político cassado e acho que, a justiça tem que ser feita. Um pleito democrático tem que estar livre de qualquer que seja o vício e por isso a justiça tem que estar de olho aberto. Em Primavera Do Leste, não foi diferente, pois, uma das tônicas desta eleição foi o poderío econômico por parte dos que se dizem donos desta terra, eles alardearam que ainda que tivessem que gastar oito milhões de rais, eles levaria esta eleição. Sofremos e muito com investidas de toda a órdem, mapearem (pesquisas) minhas tendências de voto e distribuiram toda a sorte de presentes e favores para tentar mudar o pensamento do eleitor. E mesmo assim eu ainda consequi uma das maiores votações da história de Primavera do Leste, ou eu fui bom demais de voto, ou eles imcompetentes de mais até para tentar burlar o nosso processo eleitoral. Quando eles viram que não teria mais jeito, tentaram de forma rasteira, armar contra mim usando uma pessoas simples para dizer que estava comprando votos em meu nome, mas, como Deus é pai, tudo caiu por terra mais uma vez; O senhor manoel, preso em fragrante com santinhos meus grampeados a notas de vinte reais, confessou que teria ganhado cinco mil reais e uma casa popular para tentar derrubar minha eleição, conquistada de forma legítima de democrática. A sociedade tem que repudiar de forma veemente este jeitinho de se ganhar eleição, viva o estado de direito, viva a carta magna, viva a demorcracia e vida longa a esse juizes.