• Dr Vero | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Eu sabia que ia sobrar para o mais fraco! Não vai ser pequeno o número de assessores exonerados para livrar a responsabilidade dos deputados viajantes. Nossos parlamentares são medíocres mesmo!

  • Leandro Marcos da Silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0


    Thelama, por favor, ME POUPE, Quanta plhaçada, quanta demagogia, haja óleo de peroba pra tanta cara de pau.

    Chega de hipocrisia.

  • Augusto Pio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    A Deputada já que se diz ética. Porque não diz a verdade de fato???
    Robson é seu Irmão!!! Ao inves de falar que o Servidor fez isso e aquilo, diz que foi o seu Irmão.
    Agora, dá para acreditar que ela não sabia da emissão dessas passagens, é demais.

  • juao neres | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    KKKK, igual o filme trair e coçar é so começar, em que a empregada ou diarista era culpadas das confusões, mas a pergunta que não quer calar se o funcionario errou como ele viajou a autorização deveria ou nao ser de sua chefe e como tal ausencia se explica, contrair passagens e viajar é so demitir e se safar, pano pra manga melhor no olhoda rua do que no olho do furacão neh ahhh, eeeee, Provincianismo, indigna-se nesse mato tem tucano.

  • antonio | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    ta com mintirinha Telma, vai me dizer que não sabia!!!!!!!!!!1quem assinou a solicitação num foi ocê