• antonio carlos gouveia | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Romilson, o que vem acontecendo no Cepromat nada mais é que incompetencia dessa gestão. Esse presidente desde quando entrou no cepromat vem guerreando contra a secretaria executiva.
    Primeiro inventando um monte de besterol contra ela, depois tentando beneficiar funcionário com portaria retroagindo ao ano de 1988. Inventou um monte de denuncias e o tiro saiu pela culatra, esqueceu que era o ordenador de despesa. Qto ao atraso nos recolhimentos dos encargos, acontece que ele tem outra equipe que cuida tambem da parte administrativa, que eh a PALUDO, sua assessora.
    Outra situação é que os documentos que vai para aprovação e retorno dessa equipe 2 do presidente, ele valoriza muito, demora para retornar. A verdade é que estah so fazendo besteiras no cepromat. Pagou ilegalmente o afastamento da sua assessora paludo, consequencia de uma das multas; o marido da Paludo, assessor juridico, que ficou na empresa dizia que era o cara da lei ; pasme , foi só sair da empresa entrou com ação contra a empresa. Foi assim: saiu a Paludo ficou o marido; voltou a Paludo saiu o marido; e este entrou regassando com ação contra a empresa. Isto porque é amigo do presidente e sua mulher é assessora do presidente, aquela que recebeu indenização irregular, com aprovação da assessoria juridica, seu marido era o assessor. Pode?