• Jair | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Gostaríamos (povo cuiabano)de saber quais são essas 12 reinvidicação que tanto o prefeito fala que foi aprovado e agora esse tal vereador está falando.

  • pedro | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    alguem pode denunciar que fecharam o pronto socorro,quem vai se responsabilizar por possíveis mortes

  • Petronio Portela | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pelo que sei, a propriedade da Salgadeira é do Governo do Estado de MT.
    Estas terras eram de Luiz Phillipe, a região da salgadeira foi desapropriada no Governo de Júlio Campos e Paga e escriturada no Governo de Carlos Bezerra. A escritura foi lavrada em nome do Estado de Mato Grosso.
    Não sei como que a Prefeitura deu a concessão a ONG comandada pelo Sr. Pardal, que inclusive está se apropriando de um dos predios da Salgadeira e faturando muiiiito, porém nenhuma melhoria é realizada, no estacionamento há verdeiras crateras que se os motoristas não tiver atenção redobrada caem dentro e danificam os carros.
    Acho que o Governo do estado tinha que se posicionar, pois estão fazendo construções e mais construções nos restaurantes e nenhum beneficio para a coletividade. As pessoas que estão lá, apenas ficam usufruindo do espaço público, sem contrato, sem responsabilidade, sem meio fiscalizador, enriquecendo com usufruto de um bem público.
    O Ministério Público estadual deveria verificar isto, bem como a OAB, etc.......
    Secretaria de Estado de Turismo deveria se posicionar, bem como assembléia e câmara de vereadores.
    Há que se fazer alguma coisa. Não pode continuar como está..........

  • Dicão | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O povo pode esperar essa estratégia dos vereadores do PSDB já tem como intenção aprovar na surdina o aumento do IPTU para a classe A. Agora perguntem ao prefeito quem é classe A. No aumento da tarifa da água os pobres não seriam afetados e o que mais se via no programa do Cidadão Consumidor era pobre reclamando que sua tarifa de água tinha dobrado.

    A prefeitura de Cuiabá está desorganizada, mal administrada e prova disso é o déficit previsto para 2009 em mais de 30 milhões de reais, porém estranhamente o prefeito joga no lixo milhões de reais com suas propagandas enganosas e irresponsáveis.

    Como uma demonstração de total descontrole, mal condução da coisa pública o prefeito tem a coragem de propor o aumento do IPTU para cobrir o rombo daqueles que não pagam.

    Isso é simplesmente um atestado de incompetência. Não podemos esperar muita coisa desse prefeito. O povo já sabia que ele era e é incapacitado para o cargo agora aguenta.

    Se esse aumento for aprovado pelos caititus o povo devia cobrar da prefeitura de Cuiabá a lista dos classe A que não pagam IPTU. Não será surpresa para o povo se essa lista for composta por políticos e ex-políticos.