• silva | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    O Congresso Nacional está cheio de maçons, vejam a podridão que é aquilo. Todos aqui devem saber que, essa instituição está mais interessada em defender os interesses de seus membros. Ultimemente essa instituição está cheia de gente que se esconde atrás de um avental, mas são lobos vorazes da socidade. Detém orgãos de comunicação, empresas, altos cargos públicos, etc. A idade média já passou há séculos, mas eles em pleno século XXI, ainda continuam com sua reuniões e rituais secretos.

  • Zé Bolo Flor | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Meus irmãos largam de mão desses médicos nós cuiabanos não merecemos tanto desprezo e negligência que eles promoveram, a situação já esta contornada o Prefeito já achou a solução para o problema da saúde. Agora o Prefeito com esse pretexto declara estado de emergência ou utilidade pública em regime extraordinário faz concurso público para contratação de novos profissionais ai é só alegria.

  • Mário Sérgio Torres | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Recorrendo a maçonaria prefeito? Eis o ecumenismo de interesses típico dos políticos. Mesmo que muitos nao concordem com o lado religioso da questão, mais um rotineiro caso de acender uma vela para o santo e outro para o diabo (ou no plural, no caso da anjos maçônicos). É isso aí WS, só não adianta fazer jejum e orar depois dessa iniciação maçônica.

  • NOSTRADAMUS | Quarta-Feira, 31 de Dezembro de 1969, 20h00
    0
    0

    Pessimos administradores acaba acontecendo essas interveções, pois os mesmo não possuem humildades para conversar e redimir de erros. Os dois lados estão parcialmente errados, de um lado, o administrador de não reconhecer a sua incompetência, e de outra, de rasgar e não cumprir o seu juramento.
    Como provas diversas de soluções dos problemas administrativos, a Maçonaria toma a atitude de intervir, demonstrando sentido de justiça, pois a população acaba agando com as irresponsabilidades desses homens de eleições, e não de soluções.
    Vamos lá Maçonaria demonsre de novo a sua força, como foi em nossa história, diz ai da escravidão, da inconfidência, esses bravos homens transformaram esta sociedade mediocre, fatos estes que vem ocorrendo de novo, e necessita mais uma vez demonstrar que ela trabalha para o seu próximo, coisas de quem deveria fazer são os governantes.

    PARABÉNS HOMENS JUSTOS.